Pular para o conteúdo principal

CLDF: É "A CASA DO ESPANTO", DIZ PAULO FERNANDO



Dr. Éneas mudou minha vida, eu me tornei uma pessoa melhor depois do Dr. Éneas



O advogado e professor Paulo Fernando, presidente do Patriotas é presidente do Pró Vida,   com história marcante e ligado à igreja católica brindou os associados da ABBP-Associação  Brasiliense dos Blogueiros de política,  com um sabatina (39ª edição) muito curiosa.




Advogado que ajudou na redação do projeto ficha limpa revelou, aos blogueiros presentes os bastidores de suas filiações e desligamentos dos partidos por onde passou, contou inclusive, que resistiu ao dr. Enéas Carneiro quando da extinção do PRONA. PTB,PSD, PSDB e atualmente Patriota sendo um de seus fundadores . Foi Advogado que sustentou oralmente, no TSE, a fundação do PEN (Partido Ecológico Nacional) cujo o nome achou horroroso.  



Talvez se eu tivesse sido um pouquinho mais pragmático, talvez se eu tivesse ouvido o Rogério Rosso eu seria deputado hoje.


O Patriota, Paulo Fernando, apelidou a Câmara Legislativa do Distrito Federal de  "A casa do espanto" se referindo à sua ineficiência, fato que o desmotiva a concorrer por vaga no legislativo local. Ele é pré-candidato a deputado federal.


Com 13.750  em 2010 revelou que quase foi à loucura quando o PTB de Gim Argelo se coligou com o Partido dos Trabalhadores, ressaltando seu perfil conservador de direita e que quase o fez desistir da campanha naquele ano. Com votação significativa (27.444) em 2014, ficou à frente de nomes poderosos da política brasiliense como Sandro Avelar, Rafael Barbosa e Campanella e atrás somente de raposas felpudas: Eliana Pedrosa e Maria abadia, por exemplo.




LEIA TAMBÉM



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000