Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Estagnação depois da recessão técnica

Marina é Lula de saia

Imagem
Frase dita por Zé Dirceu em abril de 2004 em apresentação de projeto sobre desmatamento.





Eleição para presidente

ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE: 03 candidatos 06 personalidades

A) Dilma - Sombra de Lula, infelizmente investiu na pessoa errada, erro histórico com consequências terríveis para nossa sociedade; B) Aécio - Sombra de FHC, com menos conteúdo, mas com mesmas intenções, eles foram importantes para o Brasil, porém foram...  C) Marina - Sombra de Eduardo e com uma imensa lacuna de gestão. Não temos garantias de nada infelizmente nem com ela. Me agrada sua coerência, todavia isso não é tudo para se governar. E os princípios.....incógnitas.... uma looonga interrogação;  D) E. Jorge - Ex Deputado tinha atuação muito importante no legislativo, deveria continuar, seria bom para seu Partido o PV;  E) Pr. Everaldo: Chapa segmentada com um único objetivo. Não acredito que gays ou outros segmentos religiosos votem nele. Então vai ser importante no segundo turno, principalmente para Dilma, que não conseguirá seduzi-lo; F) Luciana : A mais fraca eleitoralmente falando. Com discurso contra a família e favor d…

Eleições de Luto e um futuro ainda mais duvidoso

OPINIÃO As eleições de 2014 tomam novos rumos com o falecimento do ex-governador Eduardo Campos. 
O Desafio de unidade do PSB - Com dez, dias tempo determinado pela legislação eleitoral,  para indicar um novo nome para concorrer à presidência da república o Partido Socialista Brasileiro (PSB) terá uma outra chance de construir unidade, mesmo sabendo que Marina Silva já anunciou sua saída da sigla depois das eleições. Mais do que nunca as vaidades terão que ser diminuídas em favor de um projeto que Eduardo Campos se empenhou numa vitória conciliadora. A dificuldade existe, porém Marina é o único nome capaz de fazer frente ao candidato do PSDB, Aécio Neves e à presidenta Dilma Roussef do PT. Não custa lembrar que, na última pesquisa Datafolha em que seu nome foi testado, em abril, ela apareceu com 27% dos votos, contra apenas 14% de Campos. Isso não quer dizer que os números se repetiriam hoje.
Os adversários serão implacáveis - Sabendo do verdadeiro potencial de Marina Silva e sabendo dos…

Morre Eduardo Campos

Morre Eduardo Campos, o presidenciável nordestino de classe média, economista e poeta que conseguiu construir um carreira política bem sucedida muito jovem. Com família honrada, neto de Miguel Arraes e filho de ministro do TCU, Ana Arraes, o presidenciável, pela tragédia de hoje, muda a história da política brasileira para pior. Infelizmente o Brasil é significativamente carente de pessoas sérias e compromissadas com profundas mudanças na gestão política brasileira e assim como no futebol estamos vivendo uma crise de líderes, ausência de "quadros" realmente que façam a diferença. A mortede Eduardo deixa uma lacuna imensa.
Uma pena, Que Deus conforte a família e amigos.

Internet, a mais nova aliada eleitoral

Com cerca de 58 milhões de brasileiros com acesso à internet, candidatos terão novas oportunidades de interagir com os eleitores por meio de sites, redes sociais e outras ferramentas

Usada por cerca de 50% da população brasileira, a internet tornou-se uma peça fundamental nas campanhas eleitorais. Um exemplo do sucesso desse tipo de campanha foram as eleições presidenciais dos Estados Unidos, que elegeram Barack Obama com o slogan “Yes, we can”. No Brasil, o cenário não deve ser diferente, já que os candidatos estão se mobilizando para angariar seguidores em suas redes sociais.

Para o cientista político Antônio Testa, os avanços tecnológicos podem ser poderosas armas de marketing. “O candidato terá que segmentar bem seu público e se relacionar com ele utilizando o potencial das redes sociais e as demais ferramentas da internet”, afirma.
Por outro lado, o cientista político acredita que essa aproximação deve ser feita de forma cautelosa, já que os eleitores estão acostumados com o contato…

As contas de Petrobras não fecham

Passando do noticiário econômico para o corporativo, todos os holofotes vão para o resultado da Petrobras (PETR4).
A estatal petrolífera registrou queda de 20% em seu lucro no segundo trimestre, amargando prejuízo de R$ 3,8 bilhões em abastecimento, perda de R$ 8,7 bilhões somente na área em 2014, o que mostra o tamanho do impacto da política de importação de combustíveis.
Com isso, Petrobras queimou R$ 13,4 bilhões de caixa na primeira metade do ano, viu sua dívida líquida crescer 9% em três meses, apesar das captações de dinheiro no mercado, e sua alavancagem atingir níveis preocupantes de 3,9x dívida líquida/ebitda e 40% dívida líquida/patrimônio líquido - beeeem distante das metas de 2,5x e 35% de seu Plano de Negócios e um possível gatilho para a perda de seus ratings.
Balde de água fria: em meio a um rali baseado em apostas eleitorais e promessas de reajustes no preço dos combustíveis, o que há de referência material para a Petrobras infelizmente aponta deterioração rápida e expres…

Mercado de imóveis em queda

Opinião

O amigo que lê minhas postagens aqui pode perceber que sempre critiquei e questionei o mercado imobiliário brasileiro e mais especificamente o do Distrito Federal. Agora as pesquisas estão sinalizando para um forte queda nas vendas de imóveis e para uma forte queda na procura por aluguéis. Duas situações diferentes, mas que tem uma uma relação indireta muito importante. Os aluguéis estão caros e muitos dos imóveis para esse fim estão vazios. Resultado de programas e políticas voltadas para o financiamento como o "Minha Casa Minha Vida" dentre outros. Todavia, caro leitor, o que importa nesse momento é a linha descendente nas vendas de imóveis que o mercado vem colocando para análise, ou seja, veremos a partir de agora algumas promoções, mas não veremos preços perto da realidade, pois esses imóveis foram inflados em seus preços por Construtoras e Imobiliárias interessadas na corrida pelos lucros oportunistas e exorbitantes desde 2010 e que agora terão que rever seus cálcu…