Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Conheça as vantagens do Capital de Giro 13º Salário

A linha destina-se aos clientes pessoas jurídicas e visa financiar a folha do 13º salário e encargos fiscais  Desde 1º de setembro, está disponível em todos os pontos de atendimento do BRB o Capital de Giro 13º Salário. A linha de crédito destina-se ao financiamento da folha do 13º salário e encargos fiscais de empresas correntistas do Banco. Para contratar o crédito, a empresa deve estar com o cadastro atualizado e apresentar a contabilidade do 13º salário de seus empregados, incluindo os impostos.  “Esta linha de crédito atende uma demanda pontual das empresas. Com a aproximação do fim do ano e com o aumento das despesas, o crédito visa auxiliar os empresários a adequarem o fluxo de caixa e a não comprometerem o orçamento”, explica o gerente de pessoa jurídica do BRB, Jefferson Santos Freitas.  Jefferson destaca, ainda, que existem taxas diferenciadas para as empresas que fazem o pagamento dos seus funcionários no BRB, e que o prazo para pagamento (de até 12 meses) e as taxas do produt…

REDE SUSTENTABILIDADE promove ato de filiação com Marina Silva e a bancada distrital

Imagem
A REDE SUSTENTABILIDADE promove um ato político de apresentação de seus representantes na Câmara Legislativa do Distrito Federal com a presença da ex-senadora Marina Silva. O evento será realizado na quarta-feira (7), às 19h, no Auditório da CLDF. A bancada é formada pelos deputados Luzia de Paula, Claudio Abrantes e Chico Leite. Também estarão presentes lideranças locais e nacionais da REDE, como Pedro Ivo, Coordenador de Organização Nacional. São esperadas cerca de 400 pessoas ao ato.
A REDE teve o seu registro aprovado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no dia 22 de setembro e passou a ser oficialmente um partido político. O registro foi aprovado por unanimidade após brilhante sustentação oral do ex-ministro Sepúlveda Pertence, que advoga para a Rede desde a retomada do processo. Na ocasião do registro, os outros seis ministros acompanharam o relator, João Otávio Noronha, que foi favorável à criação da REDE. O magistrado levou em consideração o parecer expedido pela Procuradoria…

Ficou mais fácil abrir uma empresa

Imagem
O tempo de abertura de empresas no DF vai diminuir de 120 dias para 5 a 10 dias. É o que permite a Lei de simplificação de atividades econômicas sancionada hoje (6) pelo governador Rodrigo Rollemberg. O modelo é inédito no país e vai contribuir para a melhoria do ambiente de negócios local. "Brasília deve ser um exemplo de políticas ousadas e inovadoras, que sirvam de referência para todo o País", afirmou o governador.


Com a legislação, os pedidos de abertura de empresas serão feitos online e o processo será simplificado, integrado e desburocratizado. A previsão é de que o sistema esteja disponível em 30 dias. O DF é a primeira unidade da Federação a implantar esse projeto piloto, em parceria com a Secretaria de Micro e Pequena Empresa da Presidência da República.

Agência Brasília

Governador sanciona Lei de Simplificação de Atividades Econômicas do Distrito Federal

Imagem
O governador Rodrigo Rollemberg sanciona, nesta terça-feira, às 12 horas, a Lei de Simplificação de Atividades Econômicas do Distrito Federal e Implantação do Sistema de Registro e Licenciamento de Empresas. A nova legislação contribuirá para a diminuição do tempo de abertura de empresas no DF, que passará de 120 dias para cinco a dez dias.
Os pedidos de abertura de empresas serão feitos on-line, por meio do Registro e Licenciamento de Empresas (RLE), de maneira integrada e desburocratizada. A previsão é que o sistema esteja disponível em 30 dias.
O Distrito Federal é a primeira unidade da Federação a implantar o projeto-piloto de abertura de empresas pela internet, em parceria com a Secretaria de Micro e Pequena Empresa da Presidência da República. Esse modelo, inédito, contribuirá para a melhoria do ambiente de negócios local.

Agência Brasília

Greve dos Bancários

Quem precisa de serviços bancários deve se apressar para resolver tudo nesta segunda-feira (5). A partir desta terça (6), 30 mil bancários do Distrito Federal, de todas as instituições financeiras, devem paralisar as atividades por tempo indeterminado para pedir aumento de salário.
Os bancários pedem aumento de 16% (entre reposição da inflação e mais 5,7% de ganho real), aumento do piso, da participação nos lucros, entre outras reivindicações. A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) oferece 5,5% mais abono de R$ 2.500 entre outras propostas.

O Sindicato dos Bancários do DF convocou uma assembleia na noite desta segunda (5), no Setor Bancário Sul, para ratificar a decisão de entrar em greve caso não haja contrapropostas dos banqueiros.
As negociações tiveram início na primeira quinzena de agosto. O último aumento concedido foi a partir de 1º de setembro do ano passado.
Em 2014, os bancários aprovaram proposta da Fenaban, apresentada ao Comando Nacional dos Bancários, com reajuste de 8,5%…

BRB DTVM destaca-se entre empresas administradoras de ativos financeiros

Imagem
Na edição do mês de agosto da revista Investidor Institucional, foi divulgada lista contendo as principais empresas administradoras de recursos financeiros no país. Nesse contexto, a BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM) destacou-se no último ranking Top Assets. A empresa ficou em primeiro lugar entre todas as administradoras de ativos financeiros do país. A BRB DTVM também recebeu a 1ª colocação entre as 5 empresas que mais cresceram em investimento dos Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).
O diretor da BRB DTVM, Henrique Domingues, explica como a empresa conquistou esses resultados, mesmo diante de um cenário econômico desafiador: “Realmente enxergávamos, desde 2013, que as possibilidades de crescimento para esse ano seriam muito limitadas.  Cientes desse cenário, analisamos e planejamos nossa estratégia de crescimento baseado nas possibilidades e oportunidades existentes. Realizamos diversos ajustes nos nossos processos internos, além da criação de controle…