Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Mercedes anuncia financiamento que "cabe no bolso" -

Neste mês a montadora de luxo anunciou se novo plano de financiamento. Com entrada módica e maior número de parcelas.
Com essa estratégia a luxuosa Mercedes pretende atrair consumidores que não poderiam comprar um carro da marca.
Esse novo tipo de financiamento só está disponível para o lançamento da marca, o utilitário da marca GLA 2015. Para o modelo mais barato, o financiamento pede R$40.000,00 de entrada e 29 parcelas de R$ 2.799,00. E uma outra parcela no final, chamada de balão de R$ 40.000,00. As taxas giram entorno de 1,24% ao mês.
Para a versão mais cara da marca o financiamento fica da seguinte forma: Entrada de R$ 50.000,00 e 29 parcelas de R$2.999,00. E a parcela "balão", no final do financiamento no valor de R$ 45.000,00.
Os preços dos carros são respectivamente: R$132.900,00 e R$149.900,00. Compartilhe esse post.

SAIBA ONDE VOTAR

Imagem

Usiminas: Briga feia entre sócios

As ações da Usiminas (USIM5) registraram queda de 5,4% na última sexta-feira, maior queda do Ibovespa, após a companhia anunciar a demissão do diretor presidente da companhia, Julián Eguren, do diretor vice presidente de subsidiárias, Paolo Bassetti, e do diretor vice presidente industrial, Marcelo Chara. A Ternium, um dos acionistas controladores da Usiminas, discorda das destituições e afirma que a situação leva a uma quebra unilateral do acordo com a também acionista controladora Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation, revelando uma briga pelo comando da companhia. Em caráter temporário, Rômel Erwin de Souza foi eleito para os cargos de diretor presidente e de diretor vice presidente industrial da companhia e do Ronald Seckelmann para o cargo de diretor vice presidente de subsidiárias, acumulando funções com os atuais cargos já desempenhados, até que o conselho de administração eleja novos diretores em caráter definitivo.

Três razões para que eu vote na Marina Silva

Controle do Banco Central
O governo parece confundir independência do Banco Central – formal ou operacional – com o controle dos banqueiros da economia brasileira. Essa é a visão divulgada em uma propaganda política da coligação da presidenta, o que nos leva a crer que, em um novo governo, a presidenta e o seu partido tentarão controlar ainda mais o Banco Central.  
 Aumento da Divida Bruta e Liquida
Por mais que se tente explicar, simpatizantes do governo acreditam que, quanto maior a divida para financiar a juros subsidiados um conjunto de empresas, melhor. E o custo? para eles, há uma espécie de “milagre da multiplicação dos pães”. O aumento da divida aumenta o investimento e, logo, ocasiona mais crescimento e mais impostos que, necessariamente, serão suficientes para pagar o crescimento da dívida. Mas não fizemos exatamente isso na década de 70? Logo, a solução para o crescimento não é aumento da produtividade, mas o crescimento cada vez maior da dívida. Como diz um amigo meu no gove…

Meus Amigos candidatos

Imagem
Caros amigos! Aqui está mais uma das minhas propostas para a melhoria da nossa qualidade de vida. O SETOR PRODUTIVO, será um dos principais setores de atuação quando eu estiver na Câmara Legislativa.
O fortalecimento desse setor é muito importante para a geração de emprego e o aumento da receita empresarial. Conto com seu apoio!

Os que participam dessas eleições são:

Falta apenas sete dias para as eleições mais disputada da história do Brasil e algumas pessoas que participam das eleições são essas.

Alguns irão ficar pelo caminho - Uma pena, mas candidatos cheio de boas intenções não vão se eleger por uma série de variáveis que as injustiças causadas por nosso sistema político proporciona. Diria té mais que isso. Injustiça proposital.Alguns irão ficar mais pobres - Muitas desigualdades e principalmente a econômica fará com que alguns candidatos gastem tudo o que tem e o que não tem   numa eleição perversa onde o poder do dinheiro é quem dá as cartas e direciona os rumos do país.Alguns nunca mais irão querer disputar - Esses perceberam que a briga é para "cachorro grande". Se não tiver estômago, preparo (em todos os níveis) e muito dinheiro não irá ser bem sucedido num concurso onde a falta de caráter, a mentira, a desonestidade e a trapassa são pré-requisitos para todos, todos, que de alguma forma, direta ou indiretamente estão envolvidos …

Meus Amigos candidatos

Imagem
Minha gente, sou candidato pela primeira vez, nunca fui político e creio que represento a renovação dos politicos, somos do bem, preciso de uma oportunidade para lhe honrar e para lhe representar. Pense bem, se vc votar do mesmo jeito, vai colher as mesmas coisas ou pior, se fizer diferente, vai colher coisas diferente, por tanto amigos, se permita a se desafiar e ser a mudança que vc gostaria de vê no mundo. Eu, Ayrton Sousa 55777, estou fazendo minha parte, agora faça a sua! Preciso do federal Rogério Rosso 5555, para me ajudar nessas mudanças.



Meus Amigos Candidatos

Imagem
Professora Simone Martins, nascida e criada em Brasília, tenho 41 anos e moro com a família. Sou graduada e pós-graduada em Matemática. Professora com ampla experiência em ensino fundamental e médio em escolas da rede pública de educação do Distrito Federal. Conheço com profundidade as dificuldades enfrentadas por gestores, educadores e principalmente pelos alunos da rede pública de ensino do DF. Conhecer tais dificuldades motivou-me a lutar contra o descaso com a educação, alavanca essencial para o desenvolvimento intelectual dos alunos e para o crescimento da nação.  Na Câmara Legislativa do DF defenderei a valorização do universo docente e discente da Capital da República, tendo como principais propostas:  • Lutar pela obrigatoriedade da disponibilização de plano de saúde médico e odontológico para os professores da Secretaria de Educação do DF; • Lutar pela equiparação de rendimentos dos professores temporários com o corpo docente efetivo da Secretaria de Estado de Educação do DF; …

Dois Motivos para eu votar em Marina

Aumento da Divida Bruta e Liquida
Por mais que se tente explicar, simpatizantes do governo acreditam que, quanto maior a divida para financiar a juros subsidiados um conjunto de empresas, melhor. E o custo? para eles, há uma espécie de “milagre da multiplicação dos pães”. O aumento da divida aumenta o investimento e, logo, ocasiona mais crescimento e mais impostos que, necessariamente, serão suficientes para pagar o crescimento da dívida. Mas não fizemos exatamente isso na década de 70? Logo, a solução para o crescimento não é aumento da produtividade, mas o crescimento cada vez maior da dívida. Os governistas: “como vamos financiar o crescimento da produtividade?”. Ou seja, tudo passa pelo aumento da dívida até mesmo o crescimento da produtividade. 


Inflação alta

O governo atual e seus simpatizantes não acreditam que uma taxa de inflação um pouco acima de 6% ao ano seja um problema. Na verdade, acreditam que é um índice bom porque é menor que 10% ao mês. Acreditam também que trazer a in…

Restart na campanha em Brasília

A escolha de Jofran Frejat (PR) para encabeçar a chapa, antes liderada por Arruda, não impressiona os que conhecem a política rasteira de conspiradores contra a democracia.
Arruda (PR) sai da cabeça da chapa, mas deixa sua esposa para continuar manipulando, mesmo  que limitadamente, boas fatias do orçamento de empresas e organismos estatais locais. Mas isso tudo só acontecerá se conseguir uma das coisas mais difíceis no processo eleitoral transferir seus votos.
Se José Roberto Arruda e seus amigos forem bem sucedidos, terá outra chance de poder, mesmo não tendo o principal posto do Palácio do Buriti.
Assim como Marina Silva, Jofran (vice) ganha de presente a cabeça de chapa. Sem o carisma marcante de Roriz e Arruda, Frejat sempre esteve ligado a esse segmento político, mas com uma vida pública "ficha limpa" e  não começa do zero, pelo contrário recebe 37% das intenções de votos. 
Difícil mesmo vai ser manter esse patamar. Começa com chances reais de  vitória todavia permanecer n…

Terrorismo dos desesperados

Por muitos anos o Partido dos Trabalhadores prezou por ética e por coerência. Em 1989 o medo implantado pelo candidato Fernando Collor foi a sua principal arma para desbancar um operário desqualificado. Collor de Melo venceu e o povo trabalhador viu-se confuso com sua escolha.
Nessas eleições (2014) o PT vem fazendo o que sempre condenou em sua "retórica construtiva", O que sedimenta como campanha pra eles, hoje é uma desesperada tática de sobrevivência. Esquecem tudo o que sempre pregaram e se apegam na estrutura de poder para continuar governando. Atiram pra todos os lados. Se a vaca for para o brejo..... vamos levar mais gente possível
A militância, aparentemente apática, assisti perplexa a mais um escândalo de  corrupção na Petrobras. Isso parece ter dado uma sacudida na militância petista que até agora não tomou às ruas. Parece que isso já está mudando o planejamento das agendas. 
Bater e escorraçar um ex petista é prática comum desses petistas Stalinistas que dominam o pa…

Eleições para o Senado em três tempos

Opinião sobre eleições no DF - Para senador.


O processo eleitoral está no auge de suas atividades. Muitas ofensas e notícias virão à tona. E estou preocupado com minha lista de votos, afinal a quantidade não é problema, pois temos muitos nomes.
Hoje escrevo minha opinião a respeito das eleições para vaga única ao Senado Federal.  Oito candidatos e uma vaga, oito personalidades e um povo. Saber qual o melhor parece fácil, mas não é. Saber qual pode contribuir mais para um Senado produtivo parece ser mais justo. Todovia, os três com mais chances representam partes da sociedade que já estão de alguma forma no poder. Primeiro Tempo - Estudei com o Senador  na Faculdade de Direito lá no Valparaiso - Go achei que poderia aprender com suas experiências empresariais, mas não vi nada em sua vida pública ou acadêmica que pudesse conquistar meu voto. Isso foi confirmado quando assumiu sua cadeira ao Senado e foi só decepção no que  se refere ás denuncias.Segundo Tempo - Conheci o mineiro de Paracatu …