Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Principal. Ação social e tecnologia caminhando juntas

Não é de hoje que as ações sociais no mundo vem contribuindo para o desenvolvimento da humanidade. São bilhões de dólares destinados à sustentabilidade e a RSE (Responsabilidade Social Empresarial).  A Fundação Banco do Brasil  vem incentivando a prática com uma iniciativa muito interessante e oportuna. Fica aí a dica para aqueles "nerds" sociais. No Brasil ainda engatinhamos nestas ações, mas é hora de particularizarmos esses eventos. Fica a dica, pois a premiação é de R$ 80 mil para cada projeto. Bacana.
Principal

Multilaser anuncia tablet por 799 reais - Guia do Android - EXAME.com

Ser país de "primeiro mundo" é algo fascinante. Me lembro que quando criança e ouvia os comentários sobre o Japão, que lá jogavam PC's no lixo todos ficavam estarrecidos e embabacados . Agora chegar uma tecnologia imediatamente ao Brasil, fico ainda mais!! Realidade: somos um país industrializados. Custei a acreditar felizmente é verdade! O Brasil não é mais o país do futuro, o Brasil é o país do presente. Olha só esse, que preço ótimo! A tendência é baixar ainda mais. Fazendo cálculos ele pode chegar a R$ 500 reais, talvez de outra marca mas.....  Multilaser anuncia tablet por 799 reais - Guia do Android - EXAME.com

A mobilização precisa continuar. Para o preço da gasolina ficar justo e para as passagens de ônibus não aumentar.

Não, o consumidor do DF não precisa de uma explicação; Já ficou comprovado por várias vezes que o poder de mobilização da sociedade transforma atitudes ilegais, criminosas em conquistas e respeito. Vejamos lá atrás quando criticamos e fomos cúmplices do governo Sarney. Minha mãe foi fiscal dele. Nunca deixamos de acompanhar de forma decisiva as políticas econômicas e suas mazelas. Vejam o barulho produzido por consumidores nos últimos dias contra o aumento abusivo do combustível. Podemos avaliar que de alguma forma as autoridades e os empresários do ramo tiveram que recuar em seus atos e até mesmo no seus argumentos, só não recuaram em acusar e responsabilizar o governo e o próprio consumidor (dirigentes dos empresários dizem que a frota de carros cresceu demais e um aumento do ICMS provocou o aumento) por seus atos cometidos de forma ilegal e intempestiva. Hoje se lê em vários jornais que em 3 capitais o preço do Etanol (álcool anidro) já está mais vantajoso que preço da gasolina. …

InfoMoney :: Para presidente da Caixa, não há bolha especulativa imobiliária

InfoMoney :: Para presidente da Caixa, não há bolha especulativa imobiliária
Realmente queria acreditar nas declarações do presidente da CEF, mas não é isso o que vejo no dia a dia em Águas Claras por exemplo. Um apartamento de 32 metros quadrados custando R$200 mil. O metro mais caro do Brasil chegando a R$5,5 mil, isso não pode ser normal. Isso é absurdo e só não vê quem não quer ou assopra ar na "bolha".

Não vivemos anos de chumbo, mas milagres acontecem!

Imagem
Muito importante o estudo feito pelo IG sobre o desempenho dos principais grupos empresariais brasilieiros. Revela que no inicio da década passada somente dois desses grupos faturavam R$10 bilhões de reais. Hoje são dezenove grupos que faturam acima desse valor. Com um crescimento no faturamento de 534% esse grupos viveram um momento único no processo de desenvolvimento nacional. Já o nosso PIB ultrapassou, no decênio, a incrível marca de 212% marca somente superada pelo milagre econômico dos fins dos anos 60 e início dos anos 70 onde o PIB crescia 12% ao ano e o setor industrial crescia 18% a.a..As cinco maiores em receita bruta são: A vale com R$ 81 bi, Odebrecht com R$72 bi, Ambev e OI com R$ 63 bi e Votorantim com R$54 bilhões. Quer comparar aínda? Então:No mesmo período de dez anos, as ações do Ibovespa, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira, valorizaram 337%. O índice também foi superior aos principais indicadores de inflação, como o IPC-Fipe (77,3%), o IPCA (89,7%) …

História da economia Brasileira. Plano Cruzado - A inflação levou os fiscais do Sarney ao badernaço

Vale a pena ler. Discurso de FHC marca uma nova era nas reflexões da oposição

O Papel da OposiçãoPor: FERNANDO HENRIQUE CARDOSOHá muitos anos, na década de 1970, escrevi um artigo com o título acima no jornal Opinião, que pertencia à chamada imprensa “nanica”, mas era influente. Referia-me ao papel do MDB e das oposições não institucionais. Na época, me parecia ser necessário reforçar a frente única antiautoritária e eu conclamava as esquerdas não armadas, sobretudo as universitárias, a se unirem com um objetivo claro: apoiar a luta do MDB no Congresso e mobilizar a sociedade pela democracia. Só dez anos depois a sociedade passou a atuar mais diretamente em favor dos objetivos pregados pela oposição, aos quais se somaram também palavras de ordem econômicas, como o fim do “arrocho” salarial. No entretempo, vivia-se no embalo do crescimento econômico e da aceitação popular dos generais presidentes, sendo que o mais criticado pelas oposições, em função do aumento de práticas repressivas, o general Médici, foi o mais popular: 75% de aprovação.

Não obstante, não des…

As diferenças mais importantes entre taxa e preço público. Breve resumo

Imagem
Taxa Taxa é receita derivada e preço público é receita originária; Uma receita é derivada quando o Estado a obtém em razão de seu poder de império, de sua supremacia perante os particulares. Todos os tributos e multas são receitas derivadas. O nome "derivada" indica que a receita provém (deriva) do patrimônio de outrem, não do próprio Estado.

Preço PúblicoOs preços públicos não estão sujeitos a princípios específicos de Direito Tributário, mas sim aos princípios do Direito Administrativo. A principal consequência é que os preços são previstos em contratos administrativos, não em leis. Os aumentos e reajustes decorrem de contrato, sem que se fale em anterioridade, noventena, ou qualquer outro prazo. Taxas estão sujeitas ao princípios do Direito Tributário, como anterioridade, noventena, legalidade estrita para instituição e majoração.


A cobrança dos preços públicos é proporcional ao uso e a das taxas não. por exemplo a taxa de lixo. Se você produzir ou não produzir lixo terá qu…

Economia - Preços de presentes para as mães subiram abaixo da inflação, diz FGV

R$ 2,1 bilhão vai para a corrupção

Imagem
Segundo o diretor do Departamento Público Probidade Administrativa da Avocacia Geral da União (AGU), André Luiz Mendonça o órgão recuperou R$ 287,7 milhões em recursos desviados no governo só nesses primeiros meses do ano. São 2300 processos que a AGU monitora e que totaliza mais de dois bilhões de reais. O especialista esclarece ainda, que o total do resgate feito será em torno de 35% do total superando esse valor que é de apenas 13%. Os maiores responsáveis por esse desmando são os contratos firmados entre União e municípios. E os contratos que envolvem educação e saúde lideram o ranking segundo o site http://www.indicedetransparencia.org.br/?p=1490. Prefeitos e ex-prefeitos totalizam 1.100 envovildos com tais processos. 
O maior problema quanto aos recursos mau gasto, se refere a outro fator que requer dos legisladores e gestores que administram o orçamento uma atenção e maior responsabilidade. É a tradição liberar recursos voltados às áreas sociais nos últimos três meses do ano, q…

Vigilante, sociedade brasiliense tende a acertar e corrigir erro da Justiça

Editada na gestão do ex-governador Joaquim Roriz, a Lei Complementar nº 294 ( de autoria de Benedito Domingos, dono de posto de gasolina)proíbe a abertura de postos em supermercados, shoppings, cinemas, teatros, escolas e hospitais públicos. A união dos estabelecimentos é comum em várias cidades do Brasil. O argumento do Governo do Distrito Federal é que a instalação de postos de combustível em locais de grande aglomeração de pessoas pode apresentar risco à sociedade e ao meio ambiente. Durante a CPI dos Combustíveis, em 2003, ficou comprovado que a lei foi orquestrada por um suposto cartel(*), na tentativa de impedir a entrada de novos concorrentes no mercado. "Cartel" esse que vem explorando de forma abusiva o mercado de combustíveis.Projeto de Lei nº 1/2011, de autoria do deputado distrital Chico Vigilante (PT), foi aprovado por unanimidade na Comissão de Assuntos Fundiários (CAF) e segue agora para votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida vai a pl…

Leão de olho nas Pessoas Jurídicas

Ontem dia 02 de maio começou o prazo para as empresas prestarem contas à Receita Federal. A Declaração de Informações Econômicos-Fiscais devem ser entregues até 30 de junho e o programa gerador já está no site da Receita. E como para a pessoa física não tem alívio, para as jurídicas os prazos e controle devem estar no mesmo patamar. Ficar atento aos prazos é muito importante.
http://www.receita.fazenda.gov.br/