Pular para o conteúdo principal

BRASÍLIA RECEBERÁ ENCONTRO DE MULHERES EMPREENDEDORAS E PROFISSIONAIS DE TODO O PAÍS

Foto: Infinito Comunicação- Hamilton Silva
Cristina Melo, presidente da BPW E Marta Cury, vice-presidente

Encontro da BPW reune mulheres empreendedoras e profissionais de todo o País em brasília

A Convenção da Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil debaterá o papel da mulher para transformar o mundo

Brasília recebe na próxima semana um dos encontros mais importantes de luta pelo reconhecimento da mulher empreendedora e que ocupa cargos de chefia em empresas e representações política. Realizada pela BPW Brasília (Business and Professional Women), a XXIX CONFAM – Convenção da Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil, que é o encontro nacional da entidade, será realizada de 11 a 14 de novembro, no San Marco Hotel.

A edição deste ano é especial, com a celebração de aniversário de 30 anos da BPW Brasil e o lançamento do Fórum Mundial da Água, evento internacional que acontecerá em março de 2018. O foco do encontro será o papel da mulher no enfrentamento de desafios globais, com o tema: Mulheres transformando o mundo. Entre as palestrantes confirmadas estão Cosete Ramos, doutora em Educação e autora de mais de 50 livros.
O objetivo da CONFAM é dar relevância ao protagonismo feminino na direção de empresas, em chefias e em cargos de poder, como destaca a presidente da BPW Brasília, Cristina Melo: “Brasília estará recebendo o maior evento da Federação da BPW. A CONFAM é o evento esperado o ano todo pelas associadas”, celebra.  “E ficamos ainda mais felizes por receber este evento aqui em Brasília, uma cidade que preza por mulheres que expressam dentro do empreendedorismo e negócios um jeito peculiar de mostrar seu potencial. O magnetismo da cidade atraiu com facilidade mulheres de todo o Brasil”, completa Cristina.

Para a presidente da BPW/Brasil, Eunice Cruz, o encontro é uma oportunidade única de partilha, de troca de conhecimento e experiência entre as mulheres BPW do Brasil e do mundo. “Trata-se de um momento ímpar para as integrantes da BPW conhecerem as ações que estão ocorrendo em todo o mundo. As mulheres estão transformando o mundo, e a BPW tem contribuído positivamente para que isso ocorra, por isso é importante termos este momento de compartilhamento de ideias e inovações para o crescimento do protagonismo feminino”, esclarece a líder nacional da entidade.

Programação - Durante os quatro dias de CONFAM, as associadas da BPW poderão trocar experiências, compartilhar ideias e conhecimentos. Já no primeiro dia da convenção, após a cerimônia de abertura e a apresentação das delegações, as participantes do evento poderão assistir à palestra “Mulher, um ser emocional que pensa”, com a doutora Cosete Ramos, autora de livros como “O Despertar do Gênio: aprendendo com o cérebro inteiro”. Um baile de fantasia encerrará de forma festiva as atividades neste dia.
Já no domingo, ocorrerão a apresentação de trabalhos e cases de sucesso de mulheres da BPW Brasil. No terceiro dia da Convenção, segunda-feira (13), a diretoria BPW Brasília, associadas e coordenadoras de Comissões Locais, regionais e de comitês nacionais realizarão grupos de debate sobre o tema central: “Como as mulheres BPW podem transformar o mundo. Na seqüência, haverá o lançamento do Fórum Mundial da Água, a entrega do prêmio Dulce Magalhães.
O evento contará ainda momentos de muito significado histórico como a tradicional cerimônia das velas e um jantar festivo, em comemoração aos 30 anos da BPW Brasil. A Cerimônia das Velas é um ritual de homenagens da BPW criado por Lena Madesin Philips, fundadora da Federação Internacional de Mulheres de Negócios e Profissionais BPW Internacional, após a segunda guerra. O objetivo da cerimônia é homenagear as mulheres que se destacam nos mais diversos ramos de atividades.
Ainda no dia 13, haverá a entrega do troféu do prêmio Sebrae Mulher de Negócio, etapa nacional, que este ano acontecerá dentro do evento da BPW. Após o encerramento da CONFAM, na terça-feira (14), as participantes do evento terão a oportunidade de fazer um passeio turístico nas cidades vizinhas de Cristalina e Caldas Novas, em Goiás.
ExpoConfam - Em paralelo à convenção, acontecerá a ExpoConfam, uma feira que será aberta ao público e terá produtos de diversos locais do Brasil à venda, como:  roupas de couro, cosméticos importados, semijoias, produtos nutricionais, mosaicos, patchwork, artesanato com azulejos Athos Bulcão e com produtos natalinos, bijuterias artesanais e roupas de couro. A abertura da ExpoConfam será no primeiro dia de convenção, sábado (11/11), às 16h30. Nos dias 12 e 13, a feira funcionará entre 8h30 e 21h, e no último dia de evento, o funcionamento será entre 8h30 e 12h. Também haverá um estande montado para os interessados em conhecer mais sobre a BPW.

diretoria da BPW

Sobre a BPW - Presente em mais de 100 (cem) países, a BPW conta com mais de 40 mil mulheres associadas organizadas, unidas e em busca de negócios, defesa de direitos e promoção da paz. A entidade foi criada em 1930 na Suíça. Trata-se de uma organização não governamental, sem fins lucrativos, apartidária e não assistencial, que agrega mulheres empresárias e profissionais com ideais comuns como: aperfeiçoamento profissional; melhores condições e oportunidades na vida econômica, civil e política do país; eliminação de todos os tipos de discriminação, encorajamento e promoção das mulheres à margem do mercado de trabalho, troca de experiências e negócios.

A missão da entidade é: “Agregar mulheres de negócios e profissionais orientando e coordenando seu desenvolvimento pleno nas esferas de poder público e de mercado”. Também busca a promoção de melhores condições para a participação feminina nos setores produtivos, nos negócios, no comércio e nas profissões.
Serviço:
XXIX CONFAM – Convenção da Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil
Data: 11 a 14 de novembro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Bolsonaro ensaia ‘dobradinha’ com Ibaneis

  Foi hoje na posse do novo ministro Ciro Nogueira cacique do PP que Jair Bolsonaro disse:   “Dispenso comentários. Nós aqui somos um só governo. União e Distrito Federal é um casamento perfeito” , declarou Bolsonaro aos presentes na solenidade. O horizonte eleitoral é muito mais curto que os trezes meses até o pleito. Ibaneis Rocha (MDB) para governador e Jair Bolsonaro para presidência seria uma chapa imbatível no Distrito Federal. Ambos foram muito bem sucedidos em 2018  no quadrado do Planalto Central. Bolsonaro teve 69,99% cerca de 1.080.411 votos no segundo turno e Ibaneis Rocha recebeu 1.042.574 votos – o equivalente a 69,79% dos votos válidos. Bolsonaro é “raposa felpuda” com mais  de trinta anos de vivência  no Congresso Nacional e apesar de Ibaneis ter conquistado o seu primeiro mandato vem surpreendendo com quase 3 anos de uma gestão positiva ou do “bem”. O resultado eleitoral em 2018 jamais poderá ser ignorado sob pena de se repetir a derrocada de seus opositores. Opositore

Verdade nua e crua

 O jogo político está empatado, os atores da política nacional jogam no limite possível.  Não há como destituir o presidente Jair Bolsonaro do seu cargo. A oposição já sabe disso. Não vai trabalhar por impeachement , pois todas ações neste sentido passam pela aprovação da Câmara dos Deputados e o presidente Arthur Lira já deu sinais diferentemente de Rodrigo Maia  de ser um "homem de palavra".  Bolsonaro está acastelado. Ele tem o cargo de Presidente da República, o que não é pouca coisa, tem as ruas, os movimentos de milhões, ignorados pelos jornais e tem as Forças Armadas. Muito dificil derrubar. A oposição só tem uma chance de vencer Bolsonaro: Fraudando as Urnas e por isso o ponto de equilibrio desse jogo é a aprovação ou não da PEC 135/2019.  As estratégias adotadas pela oposição revelam o total desespero dos atores políticos, isto porque mal aprofundam as ações em curso como foi o caso do impeachement na Câmara dos Deputados e já implementam outra seguida do insucesso.