O DESBOCADO JORGE KAJURU TEM UMA CAUSA; A VERDADE

“onde estiver lixo vai estar também Carlos Augusto Ramos (o Bicheiro Cachoeira) e Marconi Perillo”. Acusou Jorge Kajuru em coletiva à Associação dos Blogueiros de Política de Brasília e entorno


Em entrevista coletiva realizada nesta última sexta(23) à ABBP - Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno, Jorge Kajuru, Vereador de Goiânia e pré candidato ao Senado também pelo estado de Goias, falou sobre sua vida como jornalista e apresentador e os motivos pelo qual decidiu entrar na política. 
Muito incisivo em suas palavras, como sempre foi, diga-se de passagem, Kajuru revelou que definiu o momento correto de entrar na politica depois de um jogo entre Brasil e Argentina no Mineirão em 2007, onde estava fazendo a cobertura de torcedores que estavam à entrar ao estadio pelo portão de acesso de deficientes, porém pela sua surpresa ali só estavam entrando celebridades, com ingressos "doados" pelo então candidato a Presidência da Republica Aécio Neves.
Em um certo momento com a audiência muito alta pela Rede Bandeirantes, o presidente da TV, Johnny Saad o demiti ao vivo, á mando de Aécio e Marconi Perillo. Um segundo motivo foi um ataque fisíco á sua mulher, que Kajuru afirma ter sido à mando de Marconi.




“Se eles me arrebentaram, tiraram meu emprego, mandaram abusar minha mulher (ex-mulher) tudo a mando de políticos. Um deles foi Marconi Perillo. Então eu vou pra lá”. Disse o Vereador.



Durante toda entrevista Kajuru detona com Perillo: 

  “Marconi compra mídia compra tudo, Eu sei enfrentar o governador, Eu tenho tudo sobre o Marconi. Inclusive Ele pedindo dinheiro para o Carlinhos cachoeira”.


Kajuru ganhou repercussão nacional por ter um perfil liberal nas perguntas como jornalista. Em entrevista ao vivo na TV Bandeirantes, Kajuru fez uma pergunta ao boxeador Mário Soares, o Marinho, que se ofendeu e quase foi nocauteou o jornalista ao vivo.
Por um outro lado, Kajuru expõem seu perfil de honestidade. No seu mandato como vereador abriu mão de verbas indenizatórias, mordomias de carros, auxílio moradia e promete manter essa mesma plataforma política no senado, caso seja eleito.
Para o mundo do crime o candidato manda um recado direto: 

“onde estiver lixo vai estar também Carlos Augusto Ramos (o Bicheiro Cachoeira) e Marconi Perillo”.

Voltando a falar de política do DF, quando conheceu Rodrigo Rollemberg, candidato ao governo de Brasília, Jorge Kajuru acreditou que seria uma gestão honesta e bem planejada, mas hoje vendo a situação política de Brasília e o caos na administração, disparou ataques a Rollemberg:

“foi como um amor juvenil de prostíbulo onde o orgasmos dura 30 segundos, o meu amor por ele durou 30 segundos”.
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial