DISTRITAIS EVANGÉLICOS PRECISAM RETORNAR AO PRIMEIRO AMOR

Foto da internet
A Escola Biblica Dominical é a escola de formação teológica de muitas congregações evangélicas que serve de sala de aula para muitos pastores e evangélicos graduados. Muitos de nossos parlamentares distritais passaram por essa escola de formação, seja como aluno seja professor.

Me lembro que nas aulas básicas da EBD o tema mais difundido em nossas mentes e corações era o temor ao Senhor, pois isso nos fazia respeitar Aquele que está acima de tudo e de todos.

A necessidade dos cristãos de ocupar lugares estratégicos no governo e na nação é urgente pela tragédia que o comunismo tem levado o país do samba e do futebol. A família tem sido atacada de maneira a desconstruir os papéis de seus agentes.

Todavia, quero estabelecer com os parlamentares evangélicos um desafio e uma reflexão: voltarem à Escola Bíblica Dominical, voltar ao Primeiro Amor a lembrar do poder que Ele tem em seus mandatos e vidas.

Quem não lembra da "oração da propina", que ficou marcada em uma das fases da operação Caixa de Pandora e os então Jr. Brunelli e Leonardo Prudente agradeciam a Deus pela cobertura e pelo dinheiro trazido pelo Durval Barbosa. Hoje essas figuras estão no limbo e no esquecimento.

O povo de Deus precisa de líderes, mas Deus tira qualquer um e ascende qualquer um. Essa atitude de se envolver com interesses escusos estabelece vínculos com as trevas. Não há segmento puro, não sou ingênuo, mas façam o que tem que ser feito e não fiquem somente na história melancólica de nossa cidade.

Se conselho fosse bom não daríamos mas aí vai uma dica. Caros senhores deputados distritais evangélicos voltem ao primeiro amor, voltem para a EBD, parece que não aprenderam o papel revolucionário de Jesus, somos todos pecadores e precisamos de nova chance. Fomos influenciados por Seu amor.

Claro que muitos dos parlamentares são apenas reflexo de uma igreja que tem o dinheiro e poder como meta, mas não são todas. O Projeto do Reino é muito maior. Não abandonem a Verdade que liberta.
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial