Pular para o conteúdo principal

Ibaneis sai na frente nas eleições do ano que vem

 

O governador não saiu na frente somente porque anunciou ser candidato à reeleição, mas porque a sua  posição  na corrida eleitoral é favorável,  muito favorável políticamente falando. É o que apontam as pesquisas.

Ibaneis tem administrador do PSol – administração do Plano Piloto –  e tem amplitude de diálogo com a galera da direita também. O governador transita como nenhum outro na Câmara Legislativa, onde possivelmente haverá traições,  mas também cabos eleitorais importantes.

O governador sai na frente porque ele é governo, tem a máquina estatal na mão e pela exposição contínua, efetiva e natural  de quem está no  poder. Antes não se conhecia o seu potencial.

Em segundo porque tem sido um governador bem acima da média no que diz respeito à gestão da maior crise sanitária dos últimos cem anos. Se destacou quem  “apareceu menos”, quem não fez proselitismo.

Aplicou vacinas quando disponíveis, mandou prender quem tinha que prender (quando precisou) e tem feito uma gestão com  responsabilidade aos recursos.

Listo algumas obras importantes:

Entregou com dois anos de governo três novas estações do Metrô. Reformou e praticamente reconstruiu as tesourinhas da Asa Sul e Asa Norte.

O túnel de Taguatinga sendo entregue antes das eleições de outubro de 2022, será um divisor de águas no reconhecimento dos milhares de motoristas que ali passam. Atraindo olhares dos eleitores de Ceilândia, Águas Claras, Samambaia, Taguatinga e adjacências.

O Complexo Viário Governador Roriz que mudou a realidade do trânsito na saída norte do DF é outra obra finalizada.

Obra aguardada a pelo menos duas décadas que vai da Samambaia rumo ao Recanto das Emas ou em direção ao Gama, também passará por uma grande obra de mobilidade viária:  a construção do viaduto do Balão do Recanto das Emas.

A construção do viaduto de ligação entre o Sudoeste e o Parque da Cidade resolve um problema histórico na mobilidade dessa região do DF,  aguardadas desde o governo Arruda.

Concluiu as obras no viaduto que caiu na época do governo Rollemberg, ali na Galeria do Estados, quem se lembra?

Com todas essas obras  saindo do papel na gestão do governador Ibaneis sua reeleição parece iminente.

O Ibaneis saiu na frente quando ganhou em 2018 ampliando aliança e não deixando nenhum apoiador para trás. Teve a chance de mostrar do que é capaz. Capaz de cuidar e agregar se consolidando como nova liderança nacional.

Antes da pandemia, ou seja, em seu primeiro ano de governo a economia do Distrito Federal cresceu 1,8% no terceiro trimestre de 2019,  em comparação com o mesmo período do ano anterior. A inflação do DF era a menor do país naquele período.

E agora, no pós-pandemia as vendas superaram expectativas nas duas principais datas para o comércio no 1º semestre, segundo a Fecomércio sinalizando para uma recuperação nunca antes vista.

O governador é o cara a ser batido, não há terceira via em construção porque não há uma segunda via, a oposição ou está acomodada no governo ou está pulverizada no discurso de ataque ao governo federal que sinalizará para onde as alianças deverão caminhar. Mas, isto é tema de outra resenha.

Por fim,  não deixou de administrar, corrigir a rota e construir a cidade, mesmo em meio à pandemia o governador Ibaneis Rocha é o maior tocador de obras dos últimos vinte anos no DF.

*Hamilton Silva é jornalista e economista 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Notícias do Planalto Central

Simbologia  A imagem (foto) marcante e mais simbólica da semana foi sem dúvida nenhuma a do governador Ibaneis Rocha na Ceilândia cercado de políticos "peso pesados" da Capital. Ladeado de Flávia Arruda (PL) o encontro sinaliza para uma aliança sólida neste ano de 2022.  'Puliça' O encontro de Ibaneis foi no reduto mais cobiçado da Capital, a Ceilândia (maior colégio eleitoral do DF), onde a foto fala mais do que qualquer palavra. O anfitrião,   o delegado Fernando Fernandes estava com sorriso de orelha a orelha com apoio e prestígio. O delegado deverá se filiar ao partido Republicanos com a benção de Ibaneis.  Volta à Cena O empresário e ex-senador  Luiz Estevão que agora goza de liberdade volta aos pouquinhos à cena política e parece já influenciar definitivamente alguns poucos  políticos da Capital, principalmente os distritais. Luiz tem política nas veias e participou discretamente de algumas "confras" ao lado da esposa Cleucy.   Decisão Fraga erra na tá

Coluna: Notícias do Planalto Central

Ex-governador Rollemberg Marketing reverso Na última semana de 2021, antes de assumir sua candidatura a deputado federal o ex-governador Rodrigo Rollemberg publicou um vídeo em que dizia do quanto dá trabalho cuidar das suas bezerrinhas. Fico imaginando o quanto é trabalhoso cuidar do seu curral eleitoral . Em tempo: no vídeo o político aparece todo sujo de esterco. Carnaval Atendendo a oração de muitos e mais ainda ao avanço de uma outra onda do vírus chinês o governador Ibaneis Rocha(MDB) cancelou o Carnaval de rua no DF. Ontem o vice Paco Britto anunciou não descartar um novo lockdown. "Saúde acima de tudo!"   Evangélicos Viver um paradoxo real é também ato de fé, na proporção em que a falta de Carnaval faz mal ao comércio e ao turismo da cidade, a pandemia do vírus chinês também faz mal à população deixando um rastro de pobreza (desemprego) e morte . O discurso dos evangélicos com referência ao fechamento das igrejas precisa encontrar um ponto de convergência ou

Coluna: Noticias do Planalto Central

Recesso Depois de duas semanas de folga a coluna Notícias do Planalto Central volta no mesmo ritmo da Câmara Legislativa: com muita leitura e atento aos movimentos dos deputados. Assim como muitos deles sedento por informações, já que estão com a boca fechada e não abrem por nada. Nesta fase de negociações os segredos devem ser preservados.  Busca por um partido Nesta toada de observações muitos distritais estão desesperados por um "lugar ao sol". Explico: Muitos dos que hoje são deputados não o serão no próximo verão. Mas não é só por causa das novas regras, a tal clausula de barreira e sim porque muitos dos excelentíssimos deixaram a desejar e são muitos ruins mesmo.  Mulheres Este colunista discorreu a relevância das mulheres nas próximas eleições e destaquei aquelas que irão concorrer à uma vaga de deputada federal. Leia lá .  O jogo muda completamente quando falamos das mulheres na Câmara Legislativa do DF. As distritais que hoje ocupam duas cadeiras poderão ficar ainda