ÁGIL NA CAMPANHA, ASTUTO NA TRANSIÇÃO

Por: Hamilton Silva
O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) tem demonstrado toda sua habilidade através da estratégia macropolítica adotada e no reconhecimento da grandeza do DF que irá governar a partir de primeiro de janeiro.

No fim de semana prolongado o ex-presidente da OAB-DF foi fotografado ao lado dos governadores eleitos dos estados mais importantes da federação, Rio de Janeiro e São Paulo, revelando o protagonismo que deseja imprimir ao DF durante sua gestão.

Desburocratizar as máquinas estatais foi o cardápio do almoço de sexta-feira. E ainda o desenvolvimento econômico com uma política bem feita, voltado para os mais carentes marcou o encontro dos Estados mais ricos do Brasil com o futuro governador de Brasília, que sabe da importância dos parlamentares desses estados para aprovar projetos de interesse de capital.

O mdbista de perfil democrata viabiliza a participação das bases nas escolhas das Secretarias de Governo, através de indicação numa lista tríplice, amenizando os conflitos causados na gestão de Rollemberg devido à falta de diálogo. Apesar dos inúmeros e complexos interesses envolvidos, o governador eleito pacífica o debate o que lhe proporciona um tempo de paz nos primeiros meses de governo lhe dándo o tempo necessário para o conhecimento dos números reais da máquina estatal, já que a confiança no atual governador não é integral.

Listas tríplices também serve para a indicação dos administradores regionais, revelando o perfil da futura gestão Ibaneis. Noutro momento, o governador eleito, disse não influenciar nas eleições da mesa diretora da CLDF e que manterá isenção, todavia pela maneira como venceu as eleições, vitória inconteste e esmagadora, deverá ter papel de peso na escolha do novo presidente do legislativo.
 

O diálogo marcará sua gestão e se essa característica permanecer durante os quatro anos as chances de um excelente governo é iminente e real depois do fiasco socialista ao ignorar  as forças políticas locais.

Ibaneis já visitou o atual presidente da República e os principais governadores e  deverá se encontrar com Bolsonaro, quarta ou quinta, realçando o perfil diplomático do advogado.

Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial