Pular para o conteúdo principal

CONFERÊNCIA NACIONAL DE NEGÓCIO E LIDERANÇA REÚNE GRANDES NOMES PARA FALAR DE EMPREEDEDORISMO EM BRASÍLIA

Foto: Prezz Comunicação

Conferência reúne grandes nomes de mercado de trabalho e empreendedorismo em Brasília
Max Gehringer, Gustavo Cerbasi, Leonardo Sant’Anna e Magno Sipaúba marcam a 1ª Conferência Nacional de Negócio e Liderança
Brasília definitivamente se tornou rota do mundo dos negócios. No dia 09 de junho, a cidade mais uma vez mostra a força de seu mercado em total ebulição com a Conferência Nacional de Negócio e Liderança, que acontece no espaço Hípica Hall. O evento reúne os gigantes do setor Max Gehringer, Gustavo Cerbasi, Leonardo Sant’Anna e Magno Sipaúba para um circuito de palestras para empreendedores e aqueles que querem estar atualizados com a alta competitividade.
Esta é a primeira edição da Conferência que já chega com uma proposta audaciosa e deve reunir 1.500 pessoas para um intensivo de conhecimento das 14 às 22h. Realizado pelo grupo Sicoaching, de cursos e formações com certificação internacional, a proposta é fortalecer o mercado brasiliense, impulsionando-o com educação e capacitação empreendedora.
“Os profissionais brasilienses são muito bem preparados e possuem uma formação diferenciada. Nos últimos anos temos mudado o perfil dos profissionais que deixaram de sonhar com a estabilidade de um concurso público e passaram a ter a mentalidade de gestores autônomos. Agora eles querem justamente se lançar ao além de todas as possibilidades, pois perceberam que é onde podem ser maiores e melhores financeiramente e pessoalmente”, destaca Magno Sipaúba, palestrante e um dos organizadores do evento.
As palestras seguirão as temáticas: Inteligência financeira nos negócios (Gustavo Cerbasi), Como vencer a guerra quando todas as variáveis estão contra você (Leonardo Sant’Anna), Como competir com gigantes: os três segredos da competição estratégica (Magno Sipaúba) e Carreira, emprego e empreendedorismo (Max Gehringer). Além disso, o evento terá importantes momentos propícios para o network, afinal as relações interpessoais são a chave para negócios bem sucedidos.
Os palestrantes
- Gustavo Cerbasi: Escritor e consultor financeiro, maior referência em inteligência financeira do Brasil. Consultor, palestrante e autor de livros
- Leonardo Sant’Anna: Escritor, educador internacional para a ONU na África e Ásia, professor da Polícia Militar
- Magno Sipaúba: Conselhoiro Consultivo da Harvard Business Review, uma das maiores autoridades do país quando o assunto é liderança comportamental.
- Max Gehringer: Escritor, conferencista, conhecido por seus artigos em revistas como Época, Exame, Você S/A, dentre outros

Confira a programação completa:
14h – Credenciamento
15h – Cerimônia de abertura
15h30 – Leonardo Sant’Anna: Como vencer a guerra quando todas as variáveis estão contra você
16h30 – Max Gehringer: Carreira, emprego e empreendedorismo
18h – Intervalo/ Momento de network
18h20 – Magno Sipaúba: Como competir com gigantes: os três segredos da competição estratégica
19h30 – Gustavo Cerbasi: Inteligência financeira nos negócios
21h – Coquetel com os palestrantes Gustavo Cerbasi, Leonardo Sant’Anna e Magno Sipaúba (restrito a ingressos platinum)

Conferência Nacional de Negócio e Liderança
Dia: 9 de junho de 2018
Local: Hípica Hall
Classificação indicativa: Livre
Informações e ingressos: www.connel.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000