BRASÍLIA, MEU AMOR FAZ 58




Não fosse os crápulas, imbecis e cretinos que passaram pela vida de meu amor deixando marcas e cicatrizes Brasília não teria nenhuma mácula, mas qual amor não deixa marcas?

Falar de amor tem sido démodé, falar de amor é brega, as vezes. E muitos usam do falso amor para fazer política, e fazem. Amar pessoas parece cada dia mais difícil, não pelo que elas são, mas em que se transformam. Imagina amar uma cidade, um lugar, uma região sem transformação, evolução!? 

Então, Brasília não é um lugar somente, não é uma cidade somente. Brasília tem vida, tem vida dinâmica, tem pessoas, tem cara, tem alegria, sorrisos, festas e principalmente muita história muitas lindas outras nem tanto, mas quem vive aqui não se importa, ops,! se importa sim fale mal para você ver. Brasília tem personalidade. Tem tiro, tem choro, tem tristeza e tem morte. Não pode ser diferente nas grandes e intensas paixões, sentimentos contraditórios? Talvez, mas sentimentos que se complementam, sentimentos que a faz íntegra. Linda. 

A cidade mais linda do mundo é meu amor. É minha. É sua também.

Brasília te amo!

Por:Hamilton Silva


Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial