Pular para o conteúdo principal

SENADOR HÉLIO JOSÉ ENTRA NA LISTA DOS PARLAMENTARES EM ASCENSÃO DO CONGRESSO NACIONAL

FOTO:RENAN ARAÚJO -HAMILTON SILVA

Parlamentar figura entre os 150 congressistas mais influentes do país

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) publicou recentemente, Relatório da lista dos 100 “Cabeças” do Congresso Nacional e dos parlamentares em “Ascensão” de 2017. No DF, o nome do senador Hélio José (PMDB) se destacou como parlamentar em ascensão, no poder Legislativo, juntamente com outros dois deputados federais.

Hélio José entrou para a lista de parlamentares em “ascensão” ainda em 2016 e manteve a posição em 2017. Ao todo, 50 congressistas de 19 estados brasileiros, estão entre os ascendentes. Desses, 46 são deputados e quatro senadores que somam aos 100 “Cabeças”, os 150 políticos com mandato no Congresso Nacional mais influentes do país.

Como funciona?
Se destacam como os “Cabeças”, parlamentares que se diferenciam dos demais, no exercício do mandato. “Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo, destacamos a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão”, explica o DIAP no relatório.

Os parlamentares em “ascensão”, por sua vez, são aqueles que cumprem bem missões partidárias, políticas ou institucionais; buscam abrir canais de interlocução, espaços próprios e se destacam no exercício de lideranças formais e informais, no âmbito do Parlamento. Ainda segundo o DIAP, também integram esse grupo, “deputados ou senadores que já fizeram parte dos “Cabeças” mas, por razões circunstanciais, perderam interlocução”.

A ascensão de Hélio José, ex-suplente do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) também é endossada pela participação popular. O site Políticos.org.br, plataforma que compara os deputados e senadores, com participação de cerca de 700 mil pessoas em todo país, coloca o parlamentar na primeira posição entre a bancada do DF no Congresso Nacional. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000