EM NOVA OFENSIVA, GDF AMEAÇA PARCELAR APOSENTADORIAS DOS SERVIDORES



FOTO: INTERNET - HAMILTON SILVA

Por Helena Mader e Ana Virato
Os 55 mil aposentados e pensionistas da capital, divididos entre os fundos financeiro e capitalizado, também terão as remunerações referentes ao mês de setembro parceladas, caso a reforma da previdência não seja aprovada pela Câmara Legislativa.

Com a divisão dos repasses, os inativos receberão 70% do salário no quinto dia útil e os demais 30%, em 14 de outubro. “Trataremos todos de forma isonômica. Apenas as forças de segurança não serão afetadas, uma vez que recebem os vencimentos pelo Fundo Constitucional”, cravou o titular da pasta.

Para que o parcelamento seja evitado, a proposta que cria o regime complementar e une os dois fundos previdenciários do DF precisa estar sancionada até 3 de outubro. A Câmara Legislativa marcou a votação do projeto para a próxima terça-feira, mas a análise da matéria em plenário depende do aval do Supremo Tribunal Federal (STF), que analisa o pedido da suspensão do mandado de segurança que paralisou o trâmite da proposição.


Fonte: CB Poder
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial