Pular para o conteúdo principal

ALÍRIO CRIA MAL ESTAR COM BOMBEIROS MILITARES



Por Bombeiros DF

Na noite desta terça-feira(12), um vídeo do pré candidato ao Governo do Distrito Federal, Alírio Neto-PTB, deu uma informação em que criou um mal estar na tropa do Corpo de Bombeiro Militar do Distrito Federal.


Alírio Neto publicou um vídeo na internet declarando apoio as empresas de brigadistas para tomarem conta dos locais públicos e repartições, como também de mudar o nome dos brigadistas para Bombeiros Civis. Como outros deputados ele simplesmente deu um "tapa na cara" dos Bombeiros Militares do Distrito Federal.


Com esta declaração de apoio ao movimento dos bombeiros civis, ele simplesmente deu anuência para que o cidadão aumente seus gastos, que já é elevado, com a carga tributária. Podemos citar como exemplo o caso dos condomínios com mais de 200 pessoas, pois eles terão um gasto a mais porque serão obrigados a implementar brigadas de incêndio, ou seja, serviço que já é pago pelo contribuinte e realizado pelo CBMDF com muito profissionalismo.


Apoiar os Bombeiros Civis é simplesmente privatizar os serviços de vistorias e fiscalização que necessita de uma posição de perícia e técnica. Esse serviço sendo transferido para civis corre um grande risco de virar um comércio e comprometer o serviço, como também os grupamentos de Bombeiros Militares ficarem vinculados a empresas de segurança e Brigadistas.


Alírio simplesmente escolheu um lado, o lado de acabar com o Bombeiros Militares ,o lado de que empresas não sejam mais fiscalizada pelo CBMDF, o lado que favorece a implementação de Bombeiros Civis e não de brigadistas, o lado que empresas venham a ocupar o lugar dos militares nas cidades, o lado de aumentar os tributos para o contribuinte.Apesar de sua declaração no vídeo, talvez ele esteja sendo mal assessorado ou lhe falta informação sobre a problemática, pois ele geralmente posiciona-se em prol das categorias da Segurança Pública do Distrito Federal.


A princípio parece ser uma coisa sem muita relevância mas se levarmos em consideração o que aconteceu em Santa Catarina a coisa não é tão simples assim. Averdade é que empresas de segurança são as grandes beneficiadas neste mercado milionário ainda não ocupado.


Tentamos contato com Alírio Neto mas não obtivemos êxito.

Assista o vídeo:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000