O PRÉ CANDIDATO A DISTRITAL TONINHO DO PSOL CHAMA PT DE PARTIDO CORRUPTO E NEGA UMA POSSÍVEL ALIANÇA

FOTO: HAMILTON SILVA

Eleições não é prioridade

Com um Partido de 4050 filiados e partido, devido as várias correntes ideológicas, a legenda liderada por Toninho do PSOL apresentou uma novidade ao conceder entrevista coletiva aos Associados da ABBP - Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política, na tarde desta segunda-feira (07). Que não é pré candidato ao Palácio do Buriti e sinalizou a sua preferência pelo sindicalista (SEDEST) Cleiton Avelar.

Toninho do Psol afirmou que o seu Partido tem uma grande demanda de debates pela frente que deverá apontar que tipo de alianças deverão ser feitas para 2018. Disse também que as eleições de 2018 não são prioridade e que o grande desafio do momento é derrotar a reforma da previdência.

Golpista e Corrupto "Não"


“Se o partido está envolvido em ato de corrupção não tem como a gente fazer aliança”, e deu exemplo: “a nova presidente do PT do Distrito Federal quer conversar com o Psol. Por educação e gentileza vamos saber o que a deputada federal Erika Kokay quer conosco. E já vamos nos adiantando publicamente: não dá pra fazer aliança com o PT por ser um partido corrupto, apesar de possuir ainda algumas pessoas que não tem as mãos sujas”, disse Toninho do Psol.

Ele disse que o Partido Pátria Livre (PPL), dirigido nacionalmente por João Vicente Goulart, filho do ex-presidente João Goulart, tem acenado por uma aliança com o Psol, coligação que deverá ser aceita, apesar de o partido no DF ser dirigido por Marco Antônio Tofetti Campanella, investigado pela operação Trick da Policia Civil por causa de um suposto esquema de lavagem de dinheiro.


O PRÉ CANDIDATO AO GDF

Foto: Facebook - Clayton Avelar - Hamilton Silva

O programa de governo do PSOL já foi bastante difundido em todas campanhas eleitorais e seus dirigentes não parecem querer mexer na rigidez do forte conteúdo ideológico e repetiram o programa socialista já difundido.

Desta vez Toninho do Psol não sairá candidato a governador do Distrito Federal como nas últimas três eleições. O presidente do PSol anunciou que será candidato a deputado distrital em 2018 e que o seu partido não fará aliança com legendas golpistas e corruptas como o PT do Distrito Federal que ajudou a fundar.

Com Informações do Radar DF
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial