Pular para o conteúdo principal

EXCLUSIVIDADE DO BRB É MANTIDA E GERA "CLIMÃO" ENTRE DEPUTADOS

A deputada Telma Rufino não queria exclusividade

O arquivamento da Proposta de Emenda à Lei Orgânica (Pelo) 35/2016, que pretendia retirar do Banco de Brasília (BRB) a exclusividade no pagamento dos servidores públicos, causou uma confusão na Câmara Legislativa. De autoria das deputadas Telma Rufino (Pros) e Celina Leão (PPS), o texto parou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa e, por três votos e duas ausências, foi arquivado ontem. Telma se chateou com o presidente do colegiado, deputado Reginaldo Veras (PDT), para quem a proposta é desnecessária.


Portabilidade

“Hoje já existe o sistema da portabilidade, que permite o correntista insatisfeito transferir a conta para outra instituição sem nenhuma dificuldade ou burocracia. Além disso, o BRB é um banco de fomento econômico no Distrito Federal e que tem como maior capital os servidores. Se eles saírem, é melhor fechar o banco”, justificou o pedetista.

Sem critério

Para Telma, a exclusividade é danosa para os servidores, que estão cada vez mais endividados, já que as linhas de crédito seriam liberadas indiscriminadamente. A deputada diz ter sido procurada por inúmeros servidores que tinham 100% dos salários bloqueados pelo banco. Chateada com a postura dos deputados que compõem a comissão, ela disse se admirar do posicionamento de Reginaldo Veras, que tem origem humilde e, mesmo assim, quer manter a exclusividade do banco, que só prejudica os servidores que não têm como sustentar as famílias. Na opinião da parlamentar, somente a portabilidade não adianta nesses casos, porque o banco se negaria a negociar com os servidores.

Em causa própria

Todo mundo sabe que a família do deputado distrital Rafael Prudente (PMDB) atua no ramo de segurança pública terceirizada no DF, mantendo contratos com o governo. E ele não se furtou de marcar agenda com o governador Rodrigo Rollemberg e com o secretário de Fazenda, Wilson de Paula, para cobrar os pagamentos atrasados.

Críticas

Do chefe da Fazenda, Prudentinho ouviu a promessa de que a previsão do governo é pagar na próxima terça-feira. O gabinete do peemedebista divulgou que o Executivo não repassa os recursos para a empresas desde maio e, em alguns casos, desde abril. “Essa postura do governo é irresponsável, pois estamos falando de trabalhadores como vigilantes, merendeiras e os que atuam na área de limpeza. São famílias que deveriam receber os salários no início do mês. É um absurdo ficar mais uma semana sem salário. O governo precisa respeitar seus trabalhadores”, disse.

E o Valmir Campelo, hein?!

Considerando que é o deputado distrital Chico Leite (Rede) o articulador da aliança entre Joe Valle (PDT) e o PR de Jofran Frejat, uma das vagas de candidato ao Senado – caso a coalizão seja viável – seria do próprio Leite, que não esconde a intenção de tentar uma das duas cadeiras que serão disponibilizadas no ano que vem. A outra, do senador Cristovam Buarque, cujo partido, o PPS, tem conversas avançadas com o grupo de Joe. Neste caso, quem ficaria de fora da candidatura majoritária seria o ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Valmir Campelo, recente aquisição do PPS com a promessa de que seria um dos nomes da chapa.

À moda antiga

Campelo acredita que tem vantagem na disputa. Diz que os brasilienses são politizados e escolherão os experientes paga governar Brasilia. Embora reconheça que a próxima campanha será realizada muito mais no campo das redes sociais, ainda aposta que as reuniões com multiplicadores, em casa, são a forma mais eficaz de se conseguir votos. Só perderia para o velho e bom aperto de mãos, com direito a olho no olho.

Veto derrubado

Na primeira sessão de votação do semestre na Câmara Legislativa, os deputados derrubaram um veto do governador Rodrigo Rollemberg ao Projeto de Lei 822/2015, da deputada Celina Leão (PPS), que institui o Plano de Desenvolvimento de Turismo Sustentável Rota do Cavalo. “Este plano vai diagnosticar e apresentar resultados acerca da infraestrutura de turismo na região, além de proporcionar o desenvolvimento de manifestações folclóricas, vaquejadas, leilões, exposições agropecuárias e rodeios”, destacou a parlamentar, ao comemorar a decisão dos colegas deputados em rejeitar o veto, já que, segundo ela, a manutenção seria um empecilho ao progresso na região norte do DF.

Nos Estados Unidos

Enquanto isso, os deputados Wasny de Roure (PT) e Rodrigo Delmasso (Podemos) representam o legislativo local em Boston, nos Estados Unidos. Os dois ficam por lá até o fim da semana, quando acaba o Encontro da National Conference of State Legislatures (NCSL). Conforme já publicamos, foi a Câmara Legislativa que pagou as passagens, a inscrição no evento e as sete diárias para os dois.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Notícias do Planalto Central

Simbologia  A imagem (foto) marcante e mais simbólica da semana foi sem dúvida nenhuma a do governador Ibaneis Rocha na Ceilândia cercado de políticos "peso pesados" da Capital. Ladeado de Flávia Arruda (PL) o encontro sinaliza para uma aliança sólida neste ano de 2022.  'Puliça' O encontro de Ibaneis foi no reduto mais cobiçado da Capital, a Ceilândia (maior colégio eleitoral do DF), onde a foto fala mais do que qualquer palavra. O anfitrião,   o delegado Fernando Fernandes estava com sorriso de orelha a orelha com apoio e prestígio. O delegado deverá se filiar ao partido Republicanos com a benção de Ibaneis.  Volta à Cena O empresário e ex-senador  Luiz Estevão que agora goza de liberdade volta aos pouquinhos à cena política e parece já influenciar definitivamente alguns poucos  políticos da Capital, principalmente os distritais. Luiz tem política nas veias e participou discretamente de algumas "confras" ao lado da esposa Cleucy.   Decisão Fraga erra na tá

Coluna: Notícias do Planalto Central

Ex-governador Rollemberg Marketing reverso Na última semana de 2021, antes de assumir sua candidatura a deputado federal o ex-governador Rodrigo Rollemberg publicou um vídeo em que dizia do quanto dá trabalho cuidar das suas bezerrinhas. Fico imaginando o quanto é trabalhoso cuidar do seu curral eleitoral . Em tempo: no vídeo o político aparece todo sujo de esterco. Carnaval Atendendo a oração de muitos e mais ainda ao avanço de uma outra onda do vírus chinês o governador Ibaneis Rocha(MDB) cancelou o Carnaval de rua no DF. Ontem o vice Paco Britto anunciou não descartar um novo lockdown. "Saúde acima de tudo!"   Evangélicos Viver um paradoxo real é também ato de fé, na proporção em que a falta de Carnaval faz mal ao comércio e ao turismo da cidade, a pandemia do vírus chinês também faz mal à população deixando um rastro de pobreza (desemprego) e morte . O discurso dos evangélicos com referência ao fechamento das igrejas precisa encontrar um ponto de convergência ou

Coluna: Noticias do Planalto Central

Recesso Depois de duas semanas de folga a coluna Notícias do Planalto Central volta no mesmo ritmo da Câmara Legislativa: com muita leitura e atento aos movimentos dos deputados. Assim como muitos deles sedento por informações, já que estão com a boca fechada e não abrem por nada. Nesta fase de negociações os segredos devem ser preservados.  Busca por um partido Nesta toada de observações muitos distritais estão desesperados por um "lugar ao sol". Explico: Muitos dos que hoje são deputados não o serão no próximo verão. Mas não é só por causa das novas regras, a tal clausula de barreira e sim porque muitos dos excelentíssimos deixaram a desejar e são muitos ruins mesmo.  Mulheres Este colunista discorreu a relevância das mulheres nas próximas eleições e destaquei aquelas que irão concorrer à uma vaga de deputada federal. Leia lá .  O jogo muda completamente quando falamos das mulheres na Câmara Legislativa do DF. As distritais que hoje ocupam duas cadeiras poderão ficar ainda