TINDER NO ORÇAMENTO DO DF


FOTO:INTERNET -HAMILTON SILVA

Várias ideias para permitir que a população possa acompanhar as emendas propostas por parlamentares ao Orçamento do Distrito Federal foram apresentadas, no final da tarde desta sexta-feira (19), pelos participantes do "Hackday", organizado pelo Laboratório Hacker de Inovação da Câmara Legislativa (Labhinova).
As sugestões – que incluem diversas formas de pesquisa, interação e acesso a informações em ambiente web ou aplicativos – foram expostas por três grupos nos quais se dividiram os programadores, desenvolvedores e estudantes que, desde a manhã, estavam presentes ao evento. No geral, o objetivo é facilitar o acesso e a compreensão sobre a importância das emendas.
Tinder – Além de facilitar as buscas sobre, por exemplo, os valores destinados pelos deputados distritais por meio de emendas às diversas áreas orçamentárias – saúde, educação, transporte etc. –, os "hackers" propuseram jogos (games), para aumentar o contato dos jovens com o Legislativo, e outras formas de interação baseadas, por exemplo, no Tinder – maior aplicativo de relacionamentos da internet. Nesse último, os cidadãos participariam escolhendo se gostaram ou não das emendas propostas.
"O Orçamento é assunto considerado árido, ilegível e, até, chato", comentou Tânia Santana, servidora da CLDF ligada à Ouvidoria, lembrando que o objetivo da ação era, justamente, ajudar a população a participar e entender que o Orçamento Público é de toda a sociedade. Uma das coordenadoras do evento, ela considerou positivas e inovadoras as propostas.
O resultado do "Hackday" será levado ao conhecimento da Mesa Diretora da Câmara Legislativa e as propostas serão analisadas pelos técnicos da Casa, que irão se manifestar sobre a viabilidade de desenvolvimento e aplicação.
Marco Túlio Alencar – Coordenadoria de Comunicação Social CLDF
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial