LULA DÁ SUA VERSÃO

Foto: Internet - Hamilton Silva

O depoimento

Coube a Lula dar sua versão dos fatos sobre o caso do apartamento, em contrapartida à versão do Ministério Público, que acusa o ex-presidente de ter recebido o imóvel como propina.

Versão do MP:

O dono da OAS gastou R$ 1,2 milhão para reformar o imóvel, que tinha sido reservado a Lula desde 2009 a título de propina. A reforma foi feita sob supervisão de Marisa Letícia a partir de agosto de 2014. E Lula só não passou o apartamento para seu nome porque o caso vazou para a imprensa em dezembro de 2014.


Versão de Lula:

 O dono da OAS, na verdade, tentou lhe vender o apartamento em agosto de 2014. Lula visitou, e não quis comprar, por ter visto problemas demais no imóvel. Mesmo assim, não comunicou à OAS que não queria o apartamento nem sabe se Marisa chegou a fazer isso. E se houve reforma foi porque a construtora ouviu suas críticas e decidiu corrigir os problemas para tentar vender o imóvel a outra pessoa.

Fato incontestável: o apartamento jamais foi posto à venda ao público, nem antes nem depois da reforma.
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial