IMPOSTO SOBRE REMÉDIO PODE ACABAR: GRAÇAS AO REGUFFE

foto: Internet - Hamilton Silva
Senador Reguffe - Sem partido

Enquanto todos brasileiros se voltam para o Estado do Paraná o senador Antônio Reguffe (sem partido) pede aos senadores da república que votem o seu projeto de redução de impostos ao remédios.

A INDÚSTRIA

Nós vivemos uma ditadura da indústria farmaceutica. Quem não conhece uma pessoa que toma remédios todo dia, ou quase todos os dias, ou quem não procura um polivitaminico? Enfim odeio tomar remédio, mas esta não é a discussão. O que o senador Reguffe está fazendo parece algo como a história de Robin Hood, mas não é.

O PROJETO

Entrou na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) a  PEC que proíbe a tributação sobre remédios no Brasil (PEC 2/2015). A relatora da PEC na CCJ, senadora Simone Tebet, deu parecer favorável e a Projeto de Emenda a Constituição será votada na quarta-feira (17).

O relatório da senadora Simone Tebet que foi favorável ao projeto de Reguffe, e escalonou de maneira que em 2022 não haverá mais tributos sobre remédios.

Percentual

A tributação sobre remédios de uso humano é de 35,7% e sobre remédios de uso veterinário é de 14,3% "nada contra animais, pelo contrário, mas é bem difícil e revoltante entender essa lógica".desabafa o senador.



Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial