Pular para o conteúdo principal

POSSE DA NOVA DIRETORIA DA ABBP

A Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno (ABBP) empossará sua nova diretoria na próxima semana. O evento será realizado na quarta-feira, 15/2, às 19h, na Sala de Comissão da Câmara Legislativa do Distrito Federal.
A cerimônia empossará a nova Diretoria Executiva e os Conselhos Fiscal e de Ética para o biênio 2017-2019. A ABBP foi fundada em dezembro de 2014 e conta com 46 membros.
“A nova diretoria terá como foco o fortalecimento dos blogueiros como categoria; além da busca de mais audiência; inserção nas faculdades; e a fiscalização dos gastos públicos investidos em publicidade”, disse Sandro Gianelli.

Homenagem
A cerimônia homenageará o Fundador da ABBP, prof. Francisco de Paula Lima Júnior, o professor Chico, que faleceu em 2016. Danúbio Martins e Fred Lima também serão homenageados.
Perfil do presidente
Além de editor do Blog do Sandro Gianelli desde 2011, o presidente eleito é apresentador do programa Conectado ao Poder, da rádio OK FM, e assina a coluna Entorno, no Jornal Alô Brasília. Foi secretário municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Santo Antônio do Descoberto e coordenador de Comunicação Social da Prefeitura de Novo Gama. Gianelli é consultor em marketing político e especialista em pesquisa de opinião pública.
DIRETORIA EXECUTIVA
Sandro Gianelli – Presidente
Kleber Karpov – Vice-Presidente
Toni Duarte – Secretário-Geral
Rodrigo Mercúccio – Financeiro
Edgar Lisboa – Relações Públicas
Eldo Gomes – Relações Institucionais
Hudson Cunha – Comunicação e Marketing
CONSELHO FISCAL
Marc Arnoldi – Conselheiro-Presidente
Hamilton Silva – Conselheiro
Ricardo Aguiar – Conselheiro
Sérgio Loros – Suplente
José Gurgel – Suplente
Idovan Araújo – Suplente
CONSELHO CONSULTIVO/ÉTICA
Tenente Poliglota – Conselheiro-Presidente
Aderivaldo Cardoso – Conselheiro
Artur Benevides – Conselheiro
Fonte: Sandro Gianelli. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000