Pular para o conteúdo principal

GDF PROPÕE 37% PARA POLICIA CIVIL PARCELADO

governo de Brasília propôs reajuste de 37%, parcelado em quatro vezes, para a Polícia Civil do DF (PCDF), em reunião com o sindicato da categoria e o Ministério Público do DF e Territórios, na manhã desta quarta-feira (31). À tarde, em entrevista coletiva no Palácio do Buriti, o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, expôs os detalhes.

A proposta é conceder aos policiais civis do DF aumento de 7% a partir de janeiro de 2018, de mais 8% em janeiro de 2019, de outros 8% em janeiro de 2020 e de 10% em janeiro de 2021. Embora a soma bruta desses porcentuais seja de 33%, o reajuste final chegaria a 37%, porque um índice recairia sobre o anterior.

O reajuste proposto de 37% é o mesmo oferecido pela União à Polícia Federal (projeto ainda em análise no Congresso Nacional) — como reivindica a PCDF — mas parcelado por tempo maior. “Não teríamos como conceder em um espaço de tempo menor. Essa foi a nossa proposta como prova de boa vontade e reconhecimento pelo serviço prestado pela Polícia Civil do DF”, explicou Sampaio.

O chefe da Casa Civil pontuou também as dificuldades de orçamento ainda enfrentadas pelo governo e destacou a necessidade de cumprir as regras impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal, já que o Executivo local está acima do limite prudencial.

Herdamos dívidas da gestão anterior e vivemos um momento que precisamos pagá-las para não interromper serviços importantes, como a compra de medicamentos”, exemplificou Sampaio. Para este ano, o déficit é estimado em R$ 1 bilhão — já considerando o impacto dos reajustes concedidos a 32 categorias em 2014 e que devem ser pagos a partir de outubro de 2016.

Da maneira que o reajuste à Polícia Civil do DF está proposto, o impacto no orçamento quando o aumento chegasse aos 37%, ou seja, em 2021, seria de R$ 545 milhões por ano. Sampaio disse que, apesar de a área da segurança pública ser mantida com recursos do Fundo Constitucional, gastos adicionais impactam na cobertura da saúde e da educação.

“Temos R$ 27,5 bilhões de um orçamento de R$ 31,4 bilhões [com os valores do Fundo Constitucional] comprometidos com pagamentos de salários e o subsídio ao transporte de ônibus. Sobram cerca de R$ 3 bilhões para fazer a gestão de toda a cidade. Estamos abertos ao diálogo, mas o gestor tem a responsabilidade de prover os serviços da cidade”, avaliou o chefe da Casa Civil.


Fonte: Agência Brasília 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000