Pular para o conteúdo principal

O Brasil muda de comando, saí o vermelho entra o verde amarelo

Opinião

Não há nada que comemorar, pelo contrário temos que lamentar ocorridos nos últimos meses com nosso amado Brasil.

Os agentes políticos e instituições que conduziram o processo de impeachement até aqui levam consigo uma pecha de corruptos e de sempre estarem envolvidos com interesses nebulosos.
Presidente Michel Temer toma posse em Brasília
Michel Temer PMDB, presidente do Brasil

Reforma Política

 "A Reforma Política é o nome dado ao conjunto de propostas de emendas constitucionais (EC) da legislação eleitoral, com fins de tentar melhorar o sistema eleitoral nacional, proporcionando, segundo seus defensores, maior correspondência entre a vontade do eleitor ao votar e o resultado final das urnas".

Pouco referenciada no dia do afastamento da presidente Dilma e da posse de Michel Temer (PMDB) e com apoio da maioria no Câmara dos Deputados, 379 parlamentares, Temer terá uma base mais que suficiente para aprovar qualquer medida de reforma política que indica ficará para um segundo momento, devido a urgência e ao grau de gravidade da crise econômica, mas nem por isso é menos importante.

Reforma Tributária e as primeiras medidas

A manutenção dos projetos sociais criados pelo PT serão mantidos e a intenção do governo e melhora-los.
O equílibrio fiscal é o desafio imediato da equipe econômica liderada por Henrique Meirelles  

A proposta mais ambiciosa, dentro desse pacote, será a fixação de um limite para o aumento dos gastos públicos. As despesas não poderão subir mais do que a variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano anterior, dando previsibilidade à gestão das finanças.

Se o novo governo não conseguir consenso para cortes fortes da despesa terá que aumentar carga tributária. O Ministro do Planejamento Romero Jucá, começará pelo cortes de despesas antes que se cogite qualquer aumento de impostos. Além de o novo governo ter a chance de poder começar o ajuste fiscal e as reformas estruturais que o país precisa, terá que realizar uma reforma administrativa que possibilite a um aumento na contenção de despesas.

O corte na quantidade ministérios e em cargos comissionados já sinaliza um perfil econômico do governo.
As declaração em referência a contenção ou redução dos juros, por parte de integrantes do governo mas é iminente essa decisão pelo COPOM,

Foco no Crescimento 

Quando o presidente em exercício Michel Temer sugere que não falemos em crise e que devemos trabalhar, ele deixa subentendido que muitas serão as distrações no sentido de perder o foco, principalmente da oposição "profissional" do Partido dos Trabalhadores que fadados ao desaparecimento não medirão esforços para que as Medidas Provisórias já encaminhadas ao Congresso Nacional, leia-se Câmara dos Deputados não sejam aprovadas. Isso quer dizer que atravancar o processo de reformas não significa um golpe? Já que essas medidas são de extrema necessidade ao país, mas principalmente aos mais pobres.

E por fim o  Brasil mudou de comando, mas não mudou de problema, mudou o grupo de oposição (os petistas são mais profissionais quando se trata de oposição e mais competente nas ações de mobilização partidária que o PSDB), mas não mudou os quadros que hoje ocupam a esplanada do ministério. 

O Brasil mudou e fortaleceu a democracia, pois tirar do poder uma força política partidária de esquerda como o PT, de forma democrática e com todas as instituições funcionando significa   que o povo amadureceu e cresceu na participação dos grandes temas. Parabéns ao povo brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Notícias do Planalto Central

Simbologia  A imagem (foto) marcante e mais simbólica da semana foi sem dúvida nenhuma a do governador Ibaneis Rocha na Ceilândia cercado de políticos "peso pesados" da Capital. Ladeado de Flávia Arruda (PL) o encontro sinaliza para uma aliança sólida neste ano de 2022.  'Puliça' O encontro de Ibaneis foi no reduto mais cobiçado da Capital, a Ceilândia (maior colégio eleitoral do DF), onde a foto fala mais do que qualquer palavra. O anfitrião,   o delegado Fernando Fernandes estava com sorriso de orelha a orelha com apoio e prestígio. O delegado deverá se filiar ao partido Republicanos com a benção de Ibaneis.  Volta à Cena O empresário e ex-senador  Luiz Estevão que agora goza de liberdade volta aos pouquinhos à cena política e parece já influenciar definitivamente alguns poucos  políticos da Capital, principalmente os distritais. Luiz tem política nas veias e participou discretamente de algumas "confras" ao lado da esposa Cleucy.   Decisão Fraga erra na tá

Coluna: Notícias do Planalto Central

Ex-governador Rollemberg Marketing reverso Na última semana de 2021, antes de assumir sua candidatura a deputado federal o ex-governador Rodrigo Rollemberg publicou um vídeo em que dizia do quanto dá trabalho cuidar das suas bezerrinhas. Fico imaginando o quanto é trabalhoso cuidar do seu curral eleitoral . Em tempo: no vídeo o político aparece todo sujo de esterco. Carnaval Atendendo a oração de muitos e mais ainda ao avanço de uma outra onda do vírus chinês o governador Ibaneis Rocha(MDB) cancelou o Carnaval de rua no DF. Ontem o vice Paco Britto anunciou não descartar um novo lockdown. "Saúde acima de tudo!"   Evangélicos Viver um paradoxo real é também ato de fé, na proporção em que a falta de Carnaval faz mal ao comércio e ao turismo da cidade, a pandemia do vírus chinês também faz mal à população deixando um rastro de pobreza (desemprego) e morte . O discurso dos evangélicos com referência ao fechamento das igrejas precisa encontrar um ponto de convergência ou

Coluna: Noticias do Planalto Central

Recesso Depois de duas semanas de folga a coluna Notícias do Planalto Central volta no mesmo ritmo da Câmara Legislativa: com muita leitura e atento aos movimentos dos deputados. Assim como muitos deles sedento por informações, já que estão com a boca fechada e não abrem por nada. Nesta fase de negociações os segredos devem ser preservados.  Busca por um partido Nesta toada de observações muitos distritais estão desesperados por um "lugar ao sol". Explico: Muitos dos que hoje são deputados não o serão no próximo verão. Mas não é só por causa das novas regras, a tal clausula de barreira e sim porque muitos dos excelentíssimos deixaram a desejar e são muitos ruins mesmo.  Mulheres Este colunista discorreu a relevância das mulheres nas próximas eleições e destaquei aquelas que irão concorrer à uma vaga de deputada federal. Leia lá .  O jogo muda completamente quando falamos das mulheres na Câmara Legislativa do DF. As distritais que hoje ocupam duas cadeiras poderão ficar ainda