Pular para o conteúdo principal

Luzia de Paula fiscaliza posto policial desativado

A deputada Luzia de Paula foi até o Centro de Ensino Educacional 06, no P Sul, em Ceilândia, para atender uma demanda da comunidade da QNP 16 e dos estudantes do CED 06.

Um grupo de estudantes e moradores, estavam reunidos, aguardando a chegada da parlamentar, que convidou o comando local da polícia militar, representado pelo Capitão Maurício e o administrador de Ceilândia, Vilson Oliveira. O deputado Reginaldo Veras também esteve presente.

Deputada Luzia de Paula eu reunião com administrador de Ceilândia

A principal reivindicação foi a abertura do posto policial. O capitão Maurício, responsável pelo policiamento em todos os postos policiais, explicou que  a polícia militar teve a necessidade de adotar medidas de contenção. Falou sobre a falta de efetivo e da necessidade de se adequar a demanda em relação a criminalidade.



"Houve um aumento na ostensividade, aumentamos a quantidade de PM´s nas viaturas. E esse trabalho resultou na redução da criminalidade. Porém, essa medida causou a desativação dos postos policias comunitários, ou melhor, os postos não terão mais a presença de um policial fixo, pois precisamos destes policiais nas viaturas", concluiu o capitão.

A deputada Luzia de Paula intermediou todo o debate, que resultou na manutenção do posto policial. "Quero agradecer ao capitão Maurício que se comprometeu a manter o posto policial como ponto de apoio, mas é importante que os estudantes e a comunidade se organizem com a polícia militar para definirem como ficará o posto policial daqui pra frente. Quero me comprometer com a escola e ajudar no que for possível", finalizou Luzia de Paula.

Os estudantes agradeceram a presença da deputada Luzia de Paula, do administrador de Ceilândia e do representante da Policia Militar. Agradeceram a iniciativa da deputada em sair do gabinete e convidar os órgãos públicos para irem até eles na tentativa de solucionar o problema.


Ficou acordado que o posto policial será mantido. Não haverá mais a presença de um policial, 24 horas no posto, porém o posto não será fechado por definitivo. Os estudantes ficaram satisfeitos, pois entendem que a presença do posto gera segurança para a população. 

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000