Pular para o conteúdo principal

Aliados revoltados

Traição, revolta, vingança, traíragem, insatisfação são as palavras que tomaram e transbordaram os discursos e textos blogs e sites, conversas acordos repercutidas nesta terça (20). Mas qual a causa de tanta indignação? Isso mesmo a indicação de pessoas para estarem na chefia administrativa das RA's (Regiões Administrativas) do DF.


Mas não é só isso. Administrar não é o problema. Decifrar o joga politico que está por detrás dessas indicações é o grande desafio de quem procura fazer uma leitura isenta do quadro pintado. Querer dizer que o governador prometeu eleições diretas e agora não cumpriu é pura ingenuidade ou tolice de quem acreditou. Impressionante que esses que clamam por justiça por não terem sido contemplados pelo dedo do governador são os mesmo que de alguma forma pressionam a todo custo a divulgação da famosa lista. Acho que ficaram ainda mais bravos quando perceberam que a quantidade de administradores diminuiu 

A demora na escolha
A morosidade na divulgação dos nomes já indicava o grau de dificuldade que o governador enfrentou nesses últimos 21 dias.
O governo demonstra uma certa inabilidade com a caneta, mas constrói a fidelidade com parte do discurso. Aquela de ouvir a todos, isso demanda tempo e nem sempre quer dizer que irá agradar seus eleitores ou companheiros históricos. O que de fato acontece. Mas no caso da saúde podia ter feito isso no segundo dia dois de janeiro.

Regiões Administrativas -RA's


A pressão Interna
Além de contribuir para a demora nas decisões esse tipo de pressão eleva a irritabilidade dos aliados e decepciona aqueles que desejavam contribuir.

É preciso saber que haverá uma segunda chance, talvez em abril, o time que não ganha nem faz gol deve mudar seus jogadores. Nesse momento era preciso apagar alguns incêndios fundamentado na crise financeira e sustentado pela vaidade e egocentrismo de alguns.

A pressão Externa
Gera insatisfação da população como um tod e proporciona uma oportunidade do movimento sindical aparecer para a massa e de uma oposição raivosa e sistemática se estabelecer desviando os olhares do governo anterior. Veja a quantidade de greves que pipocaram.
Ou o governo não  sabia do tamanho do problema ou sabia e não se preparou para enfrentar a crise iminente, só que teve tempo mais que suficiente.

O problema é estrutural
A política local nunca foi bem vista, sempre teve problemas de credibilidade e de gestão, está enraízado na cultura e no caráter das pessoas que comandam e principalmente por um sistema eleitoral viciado.

Não aconteceu nada de novo isso já ocorreu em tantos outros governos não é novidade nenhuma. A preocupação de todos deveria ser por soluções práticas para o problema crônico na saúde e segurança pública por exemplo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Notícias do Planalto Central

Simbologia  A imagem (foto) marcante e mais simbólica da semana foi sem dúvida nenhuma a do governador Ibaneis Rocha na Ceilândia cercado de políticos "peso pesados" da Capital. Ladeado de Flávia Arruda (PL) o encontro sinaliza para uma aliança sólida neste ano de 2022.  'Puliça' O encontro de Ibaneis foi no reduto mais cobiçado da Capital, a Ceilândia (maior colégio eleitoral do DF), onde a foto fala mais do que qualquer palavra. O anfitrião,   o delegado Fernando Fernandes estava com sorriso de orelha a orelha com apoio e prestígio. O delegado deverá se filiar ao partido Republicanos com a benção de Ibaneis.  Volta à Cena O empresário e ex-senador  Luiz Estevão que agora goza de liberdade volta aos pouquinhos à cena política e parece já influenciar definitivamente alguns poucos  políticos da Capital, principalmente os distritais. Luiz tem política nas veias e participou discretamente de algumas "confras" ao lado da esposa Cleucy.   Decisão Fraga erra na tá

Coluna: Notícias do Planalto Central

Ex-governador Rollemberg Marketing reverso Na última semana de 2021, antes de assumir sua candidatura a deputado federal o ex-governador Rodrigo Rollemberg publicou um vídeo em que dizia do quanto dá trabalho cuidar das suas bezerrinhas. Fico imaginando o quanto é trabalhoso cuidar do seu curral eleitoral . Em tempo: no vídeo o político aparece todo sujo de esterco. Carnaval Atendendo a oração de muitos e mais ainda ao avanço de uma outra onda do vírus chinês o governador Ibaneis Rocha(MDB) cancelou o Carnaval de rua no DF. Ontem o vice Paco Britto anunciou não descartar um novo lockdown. "Saúde acima de tudo!"   Evangélicos Viver um paradoxo real é também ato de fé, na proporção em que a falta de Carnaval faz mal ao comércio e ao turismo da cidade, a pandemia do vírus chinês também faz mal à população deixando um rastro de pobreza (desemprego) e morte . O discurso dos evangélicos com referência ao fechamento das igrejas precisa encontrar um ponto de convergência ou

Coluna: Noticias do Planalto Central

Recesso Depois de duas semanas de folga a coluna Notícias do Planalto Central volta no mesmo ritmo da Câmara Legislativa: com muita leitura e atento aos movimentos dos deputados. Assim como muitos deles sedento por informações, já que estão com a boca fechada e não abrem por nada. Nesta fase de negociações os segredos devem ser preservados.  Busca por um partido Nesta toada de observações muitos distritais estão desesperados por um "lugar ao sol". Explico: Muitos dos que hoje são deputados não o serão no próximo verão. Mas não é só por causa das novas regras, a tal clausula de barreira e sim porque muitos dos excelentíssimos deixaram a desejar e são muitos ruins mesmo.  Mulheres Este colunista discorreu a relevância das mulheres nas próximas eleições e destaquei aquelas que irão concorrer à uma vaga de deputada federal. Leia lá .  O jogo muda completamente quando falamos das mulheres na Câmara Legislativa do DF. As distritais que hoje ocupam duas cadeiras poderão ficar ainda