A queda do último pilar



Os indicadores falam por si só e, infelizmente, todos os indicadores...

O índice Antecedente de Emprego (IAEmp) caiu 2,7% em setembro, sétima queda mensal consecutiva, para o pior nível em mais de cinco anos.

O Coincidente de Desemprego (ICD), indicador de tendência da taxa de desemprego, subiu pela sexta vez consecutiva.

“O indicador coincidente da taxa de desemprego reforça a tendência de enfraquecimento do mercado de trabalho, indicando elevações futuras da taxa de desemprego. No acumulado dos últimos três meses, a taxa de desemprego tende a aumentar para todas as faixas de renda. Mesmo na classe de renda mais baixa observamos uma elevação do índice de 4,4%”

Interessante que ambos os dados acima e as aspas são da FGV, alma mater do Ministro da Economia...

Assim, em tese, ficaria mais difícil desqualificar (mais esse) indicador, não?

Compatilhe esse post

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

ENCONTRO DE ECONOMISTAS, FAÇA SUA INSCRIÇÃO

BOLSA DE NOVA YORK PÁRA