OI e PT: Calote faz fusão ser revista

Por conta do não pagamento de um empréstimo no valor de 847 milhões de Euros realizado pela PORTUGAL TELECOM (EU:PTC) à um de seus acionistas portugueses (Rio Forte), a OI (OIBR4) celebrou um memorando de entendimentos para fixar as bases de um acordo entre elas com relação às aplicações financeiras realizadas pela PT. A PT entregará à OI 474,34 milhões de ações ordinárias (OIBR3) e 948,69 milhões de ações preferenciais (OIBR4), totalizando 16,6% do capital votante e 16,6% do capital total da OI. A OI outorgará à PT uma opção de compra sobre ações de emissão da OI em mesmo número e tipo que as ações permutadas com validade de seis anos, permitindo que a PT readquira as ações da OI entregues no acordo. A OI ressaltou que a criação da CorpCo, fusão entre a OI e PT, continua a ser implementada e a PT passa a ser a única responsável pela negociação com a Rio Forte e pelas decisões relacionadas ao empréstimo.
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial