Oposição incopetente

Depois da vitória de Lula em 2002, e  das manifestações ocorridas no último junho podemos nos contentar com mais uma nova vitória do petismo neoliberal.

Não por eficiência, nem por uma necessidade eleitoral, mas pela ineficácia do atos administrativos e das omissões do poder executivo em relação à corrupção se transformaram em indignações diversas e apartidárias.

Infelizmente a incompetência do governo contaminou a oposição que não se aproveitou dos baixos níveis de aceitação da presidente Dilma e deflagrou um plano de governo alternativo e eficiente para acabar com as mazelas na educação, saúde, transporte e segurança.

O que está acontecendo? Sabemos que o governo tem uma máquina poderosa que vai ser utilizada na reeleição e sabemos também que as figuras ditas de oposição se esforçaram para serem o que são e não vejo nenhuma explicação para uma apatia generalizada em relação ao sistema político senão o total descrédito na própria capacidade dos movimentos sociais organizados e se destacarem como oposição, seja por cooPTação seja por exclusão.

Nem reforma nem voto obrigatório nos motiva a realizar uma análise mais profunda sobre descobrir as transgressões relativas aos senhores oposicionistas e suas teses mirabolantes sobre como chegar ao poder. 

Lembrar em quem votei, nas últimas eleições já me faz, assim como muitos cidadãos, ressaltar sentimentos de frustrações e revolta embutidos por quatro anos em uma sociedade sofrida, indignada e ignorada pelas autoridades por ela mesma constituída.

Amigo, acredite ainda há esperança!

Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial