Efervecência política

Não tem copa das confederações nem copa do mundo que chame tanta atenção nesse momento como a calmaria aparente que ronda nossas autoridades. Parece que tudo anda muito calmo excetuando-se a preocupação com a alta do dólar e os problemas sociais crônicos que assolam nosso povo.

As preocupações de uma pessoa comum e normal nada mais é  que pagar contas, educação dos filhos, e corresponder com altivez as provocações do trânsito destrutivo de nossas modernas cidades?  Não. Penso que existe algumas pessoas que vão além disso. Vão além das preocupações do dia a dia. Um pensamento estratégico não permite que essas pessoas estejam na "mão da via".


Travestidos de muita criatividade e poder de especulação, influência e lobby, a classe política já está com a cabeça no dia 03 de outubro de 2014. A multiplicação do stresse causado por essa data leva alguns seres humanos a visualizar um futuro hoje, não só visualisar, mas a viver uma tensão pré estabelecida pelo calendário eleitoral.


Isso pressiona? Não, mas de certa forma incomoda os mais pacatos que não estão se planejando para um futuro próximo  ou não estão inseridos no processo de transformação da sociedade.

Rola um stress altíssimo nos corredores das autarquias e empresas cujo futuro político da nação lhes interessa diretamente. Pessoas e instituições com interesses variados estão envolvidos até a tampa para fazer uma "diferença" nas eleições. Não importa os preços dos ingressos dos jogos da copa do mundo, nesse momento, nem mesmo as manifestações nas ruas, até porque a popularidade das autoridades estão voltando aos patamares da "normalidade", mas que normalidade mesmo?.

No Brasil não existe uma crise financeira ou econômica, no Brasil não existe uma crise democrática ou política no Brasil existe uma crise moral onde a família e os valores fundamentas, como a vida, por exemplo, estão sendo deixados de lado para se priorizar o banal.

Precisar o quanto de dinheiro será jogado em pessoas sem capacitação e sem escrupulos para perpetuar o 'status quo' é muito complexo para uma cabeça comum. Todavia é preciso preparar sua mente para gravar os nomes daqueles que se prontificarão para mudar o Brasil. Se prepare para gravar esses nomes por cinco anos para que você possa cobrar posteriormente.

Acredite amigo as eleições já começaram.
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial