COPOM a primeira de duas reuniões

Começa hoje terça-feira (9) à tarde mais uma reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) para avaliar a possibilidade de manter o processo de redução da taxa básica de juros, que caiu de 12,5% para 7,5% de agosto do ano passado até agora. Foram nove reduções seguidas, com baixa acumulada de 40% na taxa que remunera os títulos públicos depositados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de parâmetro para os juros de mercado.A taxa básica de juros, também conhecida como Selic, está no nível mais baixo da história. Isso contribui para que os juros bancários também estejam em queda, embora em ritmo menos intenso. Mas, se depender da expectativa dos analistas financeiros da iniciativa privada, a contínua redução da taxa deverá ser interrompida, principalmente pelo aumento da inflação que, em setembro, avançou 0,57% e acumula 3,77% no ano, com potencial para chegar ao fim de 2012 em 5,42%, de acordo com o boletim Focus divulgado ontem (8) pelo Banco Central (BC).


Como a reunião do colegiado de diretores do BC é feita em duas etapas (terça e quarta-feira), a decisão só será conhecida amanhã (10) à noite. De acordo com o economista Samy Dana, da Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), a redução da Selic chegou ao limite e deve permanecer por algum tempo no patamar de 7,5% ao ano, com possibilidade de ligeiro aumento em 2013
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial