Pular para o conteúdo principal

BBB É A NOTA DO BRASIL


COMPROMISSO FISCAL E MONETÁRIO impõe uma alta às agências de classificação de risco de investimento, de forma unânime. Essa agência  Standart & Poors, já estava atrasada, pois outra do mesmo nível, a Fitch, em abril já havia elevado o grau de confiança de confiança e em julho a Moodys também fez essa alteração.

Era BBB- , agora é BBB

Em nota, a Standard & Poor's disse que a classificação do país foi elevada devido à decisão do governo de segurar os gastos públicos e abrir espaço para a redução dos juros pelo Banco Central a partir de agosto. Segundo a agência, isso vai "moderar o impacto de choques externos [no Brasil] e sustentar boas perspectivas para o crescimento de longo prazo".
O melhor disso tudo é que a perspectiva permanecem para o próximo ano. A avaliação para o ano de 2012 é de que os os gastos em investimentos eu o aumento do salário mínimo em 14% promova um crescimento ainda melhor. Mas se isso não acontecer e a inflação persistir a economia nacional pode retrair-se e ter sua nota rebaixada.
De qualquer forma é preciso continuar evitando gastar dinheiro público e manter a política de juros adotada pelo Banco Central no intuito de dar manutenção, nessa clara, política econômica assertiva que o governo da Dilma vem adotando.
É hora de festejar, depois de tantos erros políticos na Esplanada do Ministérios, o melhor e mais comprometido ministro de Brasília é, sem dúvida, Guido Mantega. Parabéns. 
E olha que o resto do mundo só debate a crise que se instalou no velho continente, EUA e adjacências.


AS NOTAS DE LONGO PRAZO ADOTADAS PELAS PRINCIPAIS AGÊNCIAS
S&PMoody´sFitchGrau
AAA
AA+
AA
AA-
A+
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
Aaa
Aa1
Aa2
Aa3
A1
A2
A3
Baa1
Baa2
Baa3
AAA
AA+
AA
AA-
A+
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
Investimento
BB+
BB
BB-
B+
B
B-
CCC
CC
C
D
Ba1
Ba2
Ba3
B1
B2
B3
Caa
Ca
C
Wr
BB+
BB
BB-
B+
B
B-
CCC
CC
C
D
Especulativo

  




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECONOMIA E A LEI DA ESCASSEZ

Introdução Em Economia tudo se resume a uma restrição quase que física - a lei da escassez, isto é, produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos escassos disponíveis a cada sociedade. Se uma quantidade infinita de cada bem pudesse ser produzida, se os desejos humanos pudessem ser completamente satisfeitos, não importaria que uma quantidade excessiva de certo bem fosse de fato produzida. Nem importaria que os recursos disponíveis: trabalho, terra e capital (este deve ser entendido como máquinas, edifícios, matérias-primas etc.) fossem combinados irracionalmente para produção de bens. Não havendo o problema da escassez, não faz sentido se falar em desperdício ou em uso irracional dos recursos e na realidade só existiriam os "bens livres". Bastaria fazer um pedido e, pronto, um carro apareceria de graça. Na realidade, ocorre que a escassez dos recursos disponíveis acaba por gerar a escassez dos bens - chamados "bens econômicos". Por exemplo: as 

Processo de Desenvolvimento Organizacional em 4 fases

Diagnóstico - Identificação do problema Através do contato com os dirigentes da organização, são identificados os problemas e as expectativas com relação à resolução dos mesmos.  Na seqüência, se inicia a fase de levantamento.  O objetivo da etapa de diagnóstico é fornecer uma situação inicial da organização. Plano de ação:  A definição do plano de ação ou estratégia de mudança deve se apoiar no diagnóstico realizado.  O plano de ação deve levar em consideração as metas e prazos, as técnicas de intervenção que serão utilizadas, os grupos-alvo e os resultados esperados.   Diagnóstico (Identificação do problema); Plano de Ação (estratégia de implatação); Intervenção (implantação das mudanças); Avaliação e controle Intervenção: A intervenção consiste em um conjunto de atividades previstas para os grupos-alvo.  O sucesso da intervenção depende do acerto da escolha da estratégia.  As atividades de intervenção compreendem também o processo de conscientização

Economia - Função de Oferta

FUNÇÃO DE OFERTA  PODE-SE CONCEITUAR OFERTA COMO SENDO AS VÁRIAS QUANTIDADES QUE OS PRODUTORES DESEJAM, OFERECER AO MERCADO EM DETERMINADO PERÍODO DE TEMPO EM FUNÇÃO DE PREÇO (Px). Seja os dados abaixo uma escala de oferta PREÇO (Px) QUANTIDADE OFERTADA (x) 1,00 1.000 3,00 3.000 6,00 6.000 8,00 8.000 10,00 10.000 OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM A OFERTA X= OFERTA Px= Preço do bem ofertado Pi = Preço de Insumos (fatores de produção); T = Tecnologia  X =f (Pi)  à X=f (Px, Pi,T) EQUILIBRIO DE MERCADO A lei da oferta e demanda (procura): Tendência de Equlibrio Pts. PREÇO (Px) PROCURA OFERTA SITUAÇÃO DE MERCADO A 1000 11000 11000 Excesso de demanda (escassez oferta) B 3000 9000 3000 Excesso de demanda (escassez de oferta) C 6000