NOBEL DE ECONOMIA 2011








O Prêmio em memória de Alfred Nobel para as Ciências Econômicas - vulgarmente conhecido como Prêmio Nobel da Economia - foi atribuído a Christopher Sims, da Universidade de Princeton, e Thomas Sargent, da Universidade de Nova Iorque, anunciou a Real Academia Sueca de Ciências. Ambos os lauerados têm 68 anos.



O Prêmio - inesperadamente - premiou dois expoentes das "expectativas" e da macroeconomia baseada em modelos, duas áreas criticamente avaliadas depois da crise financeira e econômica de 2008.

Segundo a justificação para a atribuição do prêmio, os dois professores teriam dado contribuições relevantes à economia através das suas investigações empíricas sobre "as causas e efeitos em macroeconomia". "Os métodos dos laureados podem ser aplicados para identificar as relações causais e explicar o papel das expectativas".

Sargent mostrou como a macroeconometria pode ser usada para analisar mudanças permanentes na política econômica. Sims, por seu lado, desenvolveu um método de análise de como a economia é afetada por mudanças temporárias na política econômica (por exemplo, mudanças na taxa de juro por um banco central). A Real Academia Sueca de Ciências considerou as duas abordagens complementares, apesar de desenvolvidas independentemente nos anos 1970 e 1980.


Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/premio-nobel-da-economia-para-chris-sims-e-thomas-sargent=f679327#ixzz1agdqy1dO
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial